TAV

Japão terá trem que ultrapassa os 500 km/h

Esqueça tudo que você já viu sobre trem bala. A última novidade do setor são as linhas férreas com sistema levitação magnética, ou Maglev, que usa a supercondutores para manter as composições nos “trilhos”.


Portanto, não é surpresa saber que o Japão acaba de liberar a construção de um trem do gênero, que fará o percurso entre Tóquio e Osaka em apenas uma hora (atualmente, o trem-bala percorre essa distância em 2 horas e meia), correndo a mais de 500 km/h. Eles são tão rápidos devido à falta de atrito, já que a onda magnética permite que o trem “flutue” sobre os trilhos.


A primeira apresentação do projeto aconteceu na década de 70, entretanto foi engavetado por causa do alto custo de construção. Atualmente, as estimativas afirmam que a construção de toda a linha férrea (e túneis) para a passagem do trem será de cerca de nove trilhões de ienes (cerca de 200 bilhões de reais). Já pensou nesta grana investida aqui no Brasil?


Porém, os usuários só poderão usufruir do trem “mais do que bala” a partir de 2027, quando o trecho entre Tóquio e Nagoya será finalizado (o trajeto total até Osaka será concluído apenas em 2045). Além do projeto japonês, o único trem do gênero existente no mundo está na China, que percorre os 30 quilômetros que separam o Aeroporto de Pudong do centro de Xangai em sete minutos.


Com as informações de Tecmundo com revisão do Via Trolebus

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios