Metrô SP

Estação Butantã pode Inaugurar no dia 28 de Março

A estação Butantã da linha 4-Amarela pode ser Inaugurada no dia 28, uma segunda feira. O Metrô ainda não divulgou oficialmente, já que depende da agenda do governador Geraldo Alckmin a definição da data para as festividades, aliás, será uma grande comemoração porque a estação foi prometida para o ano passado e só agora será entregue. 





Ainda nesse semestre o metrô deve entregar a estação Pinheiros, e até Julho integrar esta estação com linha 9-Esmeralda da CPTM, assim como ampliação do horário de funcionamento do trecho Paulista-Butantã.







Ônibus municipal 


Assim que a estação abrir as portas, a SPTrans deve colocar em operação duas linhas de ônibus ligando o terminal urbano anexo à nova estação. A primeira, chamada Butantã-USP, ligará o metrô à  Cidade Universitária. A segunda, batizada de Butantã-Luz, circulará pela faixa exclusiva para coletivos da avenida Rebouças com destino à estação da Luz. A operação da nova linha será provisória. Segundo a empresa que gerencia o transporte na capital, essa linha só funcionará até que a primeira fase da linha 4 – amarela esteja completa, da Luz, passando pela República, paulista, faria lima, Pinheiros e Butantã, com a previsão até Dezembro.
A SPTrans informou ainda que, quando a estação Butantã estiver operando em horário normal, realizará novos estudos de demanda para verificar se haverá necessidade de diminuir ou fracionar linhas que hoje ligam a zona oeste ao centro.


Circular USP


Em outubro do ano passado, cogitou-se a criação de uma linha circular, gratuita para alunos e funcionários, que ligaria o campus ao metrô Butantã, ao largo da Batata e à estação Hebraica-Rebouças da CPTM.


Segundo a assessoria de imprensa da USP, no entanto, o projeto de gratuidade não foi possível devido ao custo operacional da linha. O trajeto da nova linha Butantã-USP terá uma extensão de 16 km e percorrerá os principais pontos campus.


Segundo estimativa da SPTrans, a linha será atendida por sete veículos, com intervalo inicial entre ônibus próximo a seis minutos. Os circulares gratuitos e gerenciados pela USP continuarão seu trajeto normal, assim como as atuais linhas regulares da SPTrans que trafegam pelo campus.


Fonte: Folha

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!