Foto: Agetransp
Supervia

SuperVia desativa 30 trens em redução de oferta de transporte

Trinta trens foram desativados temporariamente pela SuperVia nesta quinta-feira, 05 de novembro de 2020, após a empresa diminuir a oferta no transporte pela redução no volume de passageiros. A informação é do jornal “O Globo“, e um representante da operadora afirma que ainda assim, será possível respeitar a taxa de ocupação dos transportes em 60%. Há no entanto relatos de composições lotadas.

“Fizemos um estudo em todos os ramais. Em alguns casos, fizemos um ajuste pequeno, em outros um pouquinho maior”, afirmou Antônio Carlos Sanches, presidente da SuperVia, em entrevista ao jornal.

A operadora enfrenta problemas por conta da pandemia do coronavírus. A concessionária deixou de arrecadar cerca de R$ 247 milhões com a redução da demanda de 56 milhões de passageiros desde março.

Foto: Agetransp

Apenas 15% consegue sentar

Na mesma entrevista, Sanches diz que poucos passageiros conseguem de fato viajar sentados, mas que mesmo assim o transporte está menos cheio. “Sabemos que as pessoas comentam sobre lotação, mas tentamos explicar: só 15% dos passageiros que entram no trem conseguem sentar, e os demais vão em pé; isso é assim no mundo inteiro. Quando as pessoas entram no vagão e veem pessoas em pé, o pessoal diz que está lotado. Mas não está, porque tínhamos 600 mil passageiros por dia antes da pandemia, estamos com 350 mil agora. Então, como está lotado? Recebemos um retorno da fiscalização falando que estamos respeitando essa taxa de lotação de 60%”, afirma.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios