Foto: Diego Torres Silvestre
Mobilidade Urbana

Secretário defende uso do transporte no pico apenas para profissionais de serviços essenciais

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, durante uma transmissão ao vivo com empresários que fazem parte do Grupo Lide, nesta sexta-feira, 15 de Maio, defendeu o uso somente de trabalhadores de serviços essenciais no transporte público nos horários de pico.

“É o que eu tenho defendido, que fiquem para estes horários, (o uso de transporte público) apenas de profissionais de segurança pública, saúde e transporte, e para outros horários, quem trabalha em supermercados, construção civil e demais atividades que estão permitidas pelo decreto estadual, para que as demais atividades fossem escalonadas fora do horário de pico”, disse o secretário.

Baldy disse que o objetivo é evitar a aglomeração de pessoas nos transportes de massa. “O objetivo maior e que eu tenho buscado dialogar é sobre os horários de entrada e saída dos funcionários, para fazer com que estes horários possam ser escalonados durante o dia e fora do horário de pico, deixando para estes horários de maior movimento apenas quem atua em atividades essenciais“, disse Baldy.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios