CPTM

8 curiosidades da Linha 8-Diamante da CPTM

Com 20 estações e 35 km de extensão, a Linha 8-Diamante liga a estação Julio Prestes e as cidades de Itapevi, além de sua extensão operacional até Amador Bueno:

1 – Medalha de bronze em lotação

Terceira Linha mais movimentada da CPTM com mais de 520 mil usuários por dia em tempos sem pandemia.

Foto: GESP | Divulgação

2 – Já foi operada até Mairinque

Até os anos 90, a cidade foi atendida pelos trens metropolitanos da CPTM. Antes dos anos 70, os serviços das antigas operadoras Sorocabana e Fepasa ligavam São Paulo à Mairinque, tendo São Roque como ponto final.

Já a partir dos anos 1980, a Fepasa passou a manter o trem entre Itapevi e Mairinque. Mas a baixa procura, onde relatos apontam que o atendimento servia a apenas 1500 passageiros por dia, levou a desativação do trem que já era operado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM em 1998.

3 – Já teve os maiores trens metropolitanos do Brasil

Entre o final de década de 70 e o começo desta década, a Linha 8 teve a operação do grande “Fepasão”, os trens da série 5000, construídos pela Cobrasma e um monte de outras empresas. Hoje alguns trens da série com 4 carros operam na estação operacional entre Itapevi e Amador Bueno.

4 – Extensão até Sorocaba

A CPTM realizou uma audiência pública, em julho de 2013, para apresentar o projeto que ligará Sorocaba e São Paulo por meio de trens da CPTM. Em Sorocaba, serão duas estações: uma na região central e outra no bairro Brigadeiro Tobias. O investimento na linha de Sorocaba a São Paulo será de 4,3 bilhões de reais. O início das obras estava previsto para 2015, com previsão de conclusão em 2020, mas em 2020 ainda não tinha saído do papel.

5 – Operação até a Luz

Mas uma publicação da página SP Sobre Trilhos no Facebook, mostra que existiu uma época onde os trens da antiga Linha Oeste da Fepasa iam até a Estação da Luz. O cenário provavelmente ocorreu na década de 80.

De acordo com a publicação, cerca de um terço dos trens tinham com destino a famosa estação central que faz conexão com o Metrô, e o restante dos trens fazia parada normalmente em Julio Prestes.

6 – Tocha olímpica

Durante o revezamento da tocha olímpica dos Jogos Pan-Americanos de 2007, um trem da série 5000 serviu de transporte para a condução da tocha, conduzida pela ex jogadora de basquete Hortência.

7 – Primeiro trem da CPTM com passagem livre entre carros

Foi a primeira linha da CPTM a ter passagem livre entre os carros na leva de novos trens, com passagem total entre os 8 carros. São os trens da série 8000, que passaram a operar em 2012.

Foto: GESP | Divulgação

8 – Mais lucrativa

Em conjunto com a Linha 9, são consideradas as mais lucrativas do sistema e transportam juntas 1,1 milhão de passageiros por dia.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Esqueceu de falar que foi tiradas 2 estações prejudicando os Usuários.
    Estação Ambuitá e Cimenrita em Itapevi.
    E que mudou a Estação Sta Rita para um local que beneficia poucos usuários, nos obrigando a pegar ônibus o que nos faz gastar mais tempo e dinheiro.

Publicidade

Anúncios