Foto: Diário dos Trilhos
Mobilidade Urbana

Transporte público no mundo teve redução de até 88% de demanda após Coronavírus

O avanço do coronavírus, que não é uma “gripezinha“, tem colocado diversas cidades em quarentena, o que impactou diretamente na demanda de passageiros. Um levantamento nas últimas três semanas mostrou uma queda de passageiros significativa nos sistemas de transportes.

Dados do Moovit mostram a mudança no número de passageiros em 99 redes de transporte público em todo o mundo, incluindo Chicago, Israel, Madri, Nova York, Roma, São Francisco, Toronto e Washington. Foram também coletadas informações de cidades Brasileiras.

O tráfego teve queda repentinamente no início de março. Em 23 de março, o os dados mostravam o seguinte cenário:

  • Chicago -50%
  • Israel -66,9%
  • Madrid -84%
  • Nova Iorque -51,3%
  • Roma -87.5%
  • San Francisco -64.9%
  • Toronto -53,3%
  • Washington DC -39,1%
  • outros -57,62%

Os dados são baseados na atividade diária dos 750 milhões de usuários do aplicativos Moovit.

America do Sul

Os números apontam que na cidade de São Paulo, a queda foi de -45% e no Rio de Janeiro, -46%. Confira:

  • São Paulo – 45,6%
  • Rio – 46,7%
  • Belo Horizonte – 34,4%
  • Curitiba – 37,9%
  • Porto Alegre -50%
  • Fortaleza – 49,5%
  • Campinas – 40,5%
  • Recife – 50,4%

Já na Argentina,  após o presidente Alberto Fernández anunciar isolamento social, preventivo e obrigatório para toda a população até 31 de março, o número de passageiros nas redes de transporte público em todo o país caiu 83%.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios