SPTrans

Prefeitura de SP diz que não foi notificada ainda para voltar as regras do Bilhete Único Vale Transporte

Desde 1 de março, por meio de um decreto do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, o passageiro que utiliza o Bilhete Único na modalidade Vale Transporte só pode realizar 2 integrações (ônibus ou metrô/trem) em um período de 3 horas.

No dia 26 de março, o desembargador João Carlos Saletti, do Tribunal de Justiça de São Paulo, concedeu liminar para que voltassem às regras de antes de 1 de março, quando era possível fazer 4 integrações em um período de 2 horas.

Passados quase 10 dias,as regras continuam as mesmas. Questionada, a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Paulo disse ao Via Trolebus que não foi notificada ainda da decisão. Justifica ainda que qualquer mudança deste tipo seria necessário o recolhimento dos ônibus para alteração dos validadores.

Veja a nota a seguir:

A Prefeitura não foi notificada da decisão citada, mas está à disposição para prestar todos os esclarecimentos que a Justiça julgue necessários. A Procuradoria Geral do Município já interpôs recurso.

Conforme informado desde o dia em que foi concedida a liminar, qualquer mudança nos validadores dos ônibus do transporte público municipal requer uma série de ajustes que demandam tempo e planejamento adequado. Além da necessidade de recolhimento às garagens para atualização dos validadores de todos os ônibus que compõem a frota municipal, que atualmente é de 14.231 veículos.

Parte dos ônibus que circulam na cidade não recebe atualização diária dos validadores, uma vez que muitos deles chegam à garagem à 0 hora e retorna às ruas às 3h da manhã. Vale ressaltar que este tipo de mudança difere de uma alteração tarifária programada, na qual todo o processo de alteração é planejado com antecedência. Lembrando que mesmo a alteração programada levou uma semana para ser implementada no início do ano.

 

Sobre o autor do post

Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Quanta baboseira dessa banco de abrires,para subir a tarifa foi da noite para o dia, agora para cumprir uma ordem judicial ficam com essa ladainha de gente sem caráter. Eu estou pagando condução do meu bolso ou fico desempregada. Que pela imposição vc nos deu em prefeitô Bruno cova.

  • Ata não recebeu notificação .Que isso.! Vocês tudo estão com problemas demais nossa vai ser da hora quando os pilares de mentiras sujeiras coisas ruins que fizeram caírem e não poderem mais ser erguidos .por falta de capacidade coisas de homem coisas sério todos todos políticos que fazem a coisa errada estão em um lugar reservado .pq quando erram milhões são prejudicados e a maioria por falta de capacidade de vocês colarinho de todas as cores .Os humilhados serão exaltados .

  • A Prefeitura de Sp já foi notificada sim, o Bruno Covas que não quer cumprir a lei, e enquanto isso os trabalhadores tem que pagar a terceira integração pra ir trabalhar, é um absurdo, é muita maldade desse Bruno Covas, incompetente, ele e o Dória são dois fascistas.

  • Espero que a multa/ dia já esteja valendo… Direto dá pau no bilhete… Direto. Já fiquei na mão várias vezes, nunha havia tido problemas antes…
    Sou estudante de Direito e quero muito fazer algo para acabar com essa situação constrangedora.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!