VLT

VLT de Sorocaba deve dividir via com trens cargueiros

O futuro sistema de Veículo Leve sobre Trilhos VLT de Sorocaba deverá utilizar os trilhos de trens cargueiros. Nesta semana foi assinado um COE – Contrato Operacional Especifico entre o município e a Rumo Malha Oeste, possibilitando o compartilhamento da via.

“O VLT no Brasil já existe. O compartilhamento de trens de passageiros com carga também. Esse compartilhamento do VLT com carga é o primeiro!”, declarou o diretor da Rumo, Guilherme Penin.

Ao menos cinco empresas demonstraram interesse no edital de chamamento público PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) para a elaboração de estudo, operação e manutenção do meio de transporte, assim como a reurbanização da faixa viária e entornos: As empresas PowerChina Brasil Construtora Ltda, Benvenuto Engenharia S/S Ltda e Systra Engenharia e Consultoria Ltda, Pavan Engenharia e Participações e Steer Davies & Gleave do Brasil e 23 Sul Arquitetura e Consórcio VLT Quanta – Engevix. Os próximos passos será a publicação do termo de autorização para o início dos estudos.

Metrô Leve

O VLT será mais próximo de um Metrô Leve, chegando a velocidade de 70 km/h, e capacidade de transportar de 250 a 350 passageiros, ligando a região próxima de George Oeterer, em Iperó, até o bairro Brigadeiro Tobias, passando pelo centro.

Os veículos serão elétricos e com ar condicionado, podendo ter até sete carros. As plataformas de embarque ou desembarque terão 45 metros ou 35 metros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Assuntos

Anúncios