Greve

Greve geral na Argentina paralisa aeroportos e transporte público

Atualizado às 09h34

Uma greve geral seguem em curso na Argentina, nesta terça-feira, 25 de setembro, e paralisa os sistemas de metrô, trem, ônibus e aeroportos da capital Buenos Aires. Empresas aéreas que operam no país, como Austral, Aerolíneas Argentinas, Gol, Azul e Latam já anunciaram cancelamento de voos, inclusive os que ligam com cidades brasileiras.

O portal na internet do Aeroporto Internacional de Ezeiza, informa que todas as saídas previstas para o início desta manhã estão cancelados.

O motivo da paralisação é a política econômica do governo de Mauricio Macri. O ato foi convocado pela principal central sindical da Argentina. Ao menos 15 milhões de pessoas estão sendo afetadas pela greve.

Já o presidente argentino, que está em viagem nos Estados Unidos em Assembleia Geral da ONU, diz que este não é “um momento oportuno” para fazer uma nova greve.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Publicidade

Anúncios