São Paulo

Haddad defende testes para fechamento do Minhocão

Foto: Style City

O prefeito Fernando Haddad falou pela primeira vez em fechamento do Minhocão [Elevado Costa e Silva], ainda que não tenha nenhuma decisão oficial. O administrador da maior cidade Brasileira defendeu fechamentos paralelos e temporários como teste para uma obstrução definitiva aos carros.

“Uma das coisas possíveis seria: vamos fechar por um mês, dois meses, três meses? Vamos estabelecer um prazo para ver com a cidade vive sem isso por um tempo, sem tomar a decisão. Vamos experimentar? Se nós tivermos uma comunidade mais aberta ao experimentalismo, vamos poupar tempo, energia, desgaste pessoal e vamos chegar a solução mais viáveis”, disse o prefeito, durante palestra para alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IF-SP).

No entanto, Haddad disse que nenhuma decisão será tomada sem que se tenha estudos técnicos. Na avaliação de alguns urbanistas, o trânsito poderia acomodar o fluxo de carros.

Crítica à grande imprensa

O prefeito não poupou críticas a setores da imprensa, no que diz respeito as ações da prefeitura a mobilidade. “A cidade precisa se abrir um pouco para a mudança. Infelizmente, os meios de comunicação jogam um conservadorismo sempre. Mudança não é bem-vinda. Então, das duas uma: ou está tudo bem e mudar é sempre para pior ou não existe mudança para melhor. Não sei compreender esse tipo de raciocínio. Não sei se é porque eu vim da universidade. Na universidade, você está experimentando o tempo inteiro. Para aprender, tem que experimentar”, disse Haddad.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios