União Europeia determina que Uber vire empresa de transporte

A Suprema Corte da União Europeia determinou nesta quarta, 20, que o Uber tem que virar uma empresa de transporte para que possa continuar atuando em todos os países do bloco, seguindo as mesmas regras das companhias de táxi.

Os juízes não acataram o argumento da empresa de que ela fornece “serviços de sociedade da informação”, um ramo sujeito a regras menos rígidas na União Europeia.

Como uma empresa de transportes, a Uber deverá pagar licenças e benefícios trabalhistas a seus motoristas para poder funcionar nos países do bloco.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

2 Comentários deste post

  1. Está correta a decisão.

    Felix / Responder
  2. Aguardando os defensores do (falso) liberalismo econômico que sempre apontam a europa como pioneira dizendo que o Brasil que está errado em não liberar geral.

    O.Juliano / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*