Avianca deixa de operar na Venezuela

Diante do momento de grave crise interna que reina na Venezuela, a colombiana Avianca decidiu suspender suas atividades no país nesta quinta, 27, antecipando a programação de encerramento que estava previsto para o dia 16 de agosto. A companhia operava dois voos diários no país: Caracas – Bogotá e Caracas – Lima. A empresa estava no páis há 60 anos.

 

“Esta medida se sustenta na necessidade de adequar vários processos aos padrões internacionais, melhorar a infraestrutura aeroportuária na Venezuela e garantir a consistência das operações”, disse a Avianca em nota.

 

Quem já tinha passagem comparada será realocada em outras companhias aéreas.

 

Desde 2014, diversas companhias aéreas deixaram a Venezuela como Latam, Gol, United, Air Canada, Aeromexico, Alitalia e Lufthansa.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

2 Comentários deste post

  1. Venezuela está ficando igual Cuba, sem dinheiro para pagar os outros e depois dizem que sofre bloqueio dos outros países, quem não produz nem para seu povo como pode ter dinheiro para importar?

    Felix / Responder
  2. só tem gasolina no país, mas não é só disso que se vive.

    antonio carlos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*