Metroviários decidem entrar em greve na sexta, 30

O sindicato dos metroviários  de São Paulo decidiram entrar em greve na sexta, 30, para apoiar a greve geral que alguns sindicatos planejam uma greve geral para o dia. A linha 4 – amarela, operada pela iniciativa privada, deve funcionar normalmente.

 

Os sindicatos dos funcionários da CPTM devem decidir no dia 29, em assembleia, se aderem a greve ou não. Os motoristas de ônibus da capital não se posicionaram ainda sobre o assunto.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

7 Comentários deste post

  1. deve ser o mestre Jackie Chan que ta comandando essa galera,
    Faz greve,
    Cancela greve,
    Faz greve,
    Faz greve de novo,



    kkkkkkkkkkkkk

    jildinei / Responder
  2. Essa greve serve apenas para mostrar para a população que é melhor mesmo conceder para a iniciativa privada. O pessoal do metrô e da CPTM tem mostrado diariamente que só defendem seus próprios interesses. Os coletes chega de sufoco sempre se referem ao “sufoco” deles e eles nunca fizeram uma greve para manter a qualidade de serviço que sempre tiveram. Os metroviários nunca fizeram uma greve cobrando melhora do serviço, sempre dos salários e a população só se lasca. Aqui no blog sempre vejo comentários falando mau do governo com muita razão, mas os metro-ferroviários tem o sistema na mão e poderiam usá-lo para exigir melhoria na postura do governo. mas se é só contra a privatização da operação. #NãoApoioAGreve.

    Leonardo Gleison / Responder
  3. ai que deliciaaaaaaaaa

    Humberto / Responder
  4. E a cada greve, mais cresce o apoio a privatização dos trilhos.

    Bruno Massolini / Responder
  5. Exatamente, mais um tiro no pé.
    Cada vez mais se fala em privatização.
    Cada vez mais vejo, aqui e ali, as comparações com a Linha 4, que NÃO entra em greve.
    Não, não acho que somente a privatização vai resolver tudo.
    Mas é um abuso constante por parte dos Metroviários, a Constituição Federal garante o Direito de Ir e Vir, que eles estão prejudicando.

    Ivo / Responder
  6. Já passou da hora do Congresso Nacional acordar e fazer uma Lei proibindo greves em serviços essenciais que só prejudicam o povo que nada tem com os problemas dos grevistas e seus sindicatos.

    Felix / Responder
    • 1. Já passou da hora do congresso nacional, do TCU, do PGR, BNDES nos explicarem como eles não “perceberam” essa dinheirama toda, se o Joesley não tivesse delatado e o que estão fazendo lá ?
      2. passou da hora de termos auditorias privadas (tipo KPMG, PWC, Ernst & Young Terco, Deloitte, etc…) nas contas públicas
      3. greve e protesto de domingo não funcionam. Concordo que imposto (ainda mais o sindical) é um roubo, mas os caras tem um poder que vai ser difícil acabar da noite pro dia, e concordo com a greve de semana

      anderson / (em resposta a Felix) Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*