Ciclovias sem conexões serão removidas em SP

A gestão João Doria pretende remover as ciclovias que não conectam com outras ou não conectam com tranpsorte público. A divulgação deste plano foi dada na noite de quarta-feira pelo secretário dos transportes e mobilidade urbana Sérgio Avelleda em reunião mensal da Câmara Temática da Bicicleta realizada na noite de quarta, 7.

 

“Vocês sabem que temos uma pressão muito grande por essa revisão, nós seguramos essa pressão para criarmos um critério técnico, para que não seja feito aleatoriamente:, disse Avelleda, que é ciclista ativo, ao cicloativistas presentes na reunião.

 

2 ciclovias devem ser retiradas em breve. Uma delas percorre a avenida dos Metalúrgicos, em Cidade Tiradentes, na zona leste. Segundo o secretário, é um caso de falta de conectividade com outros trechos e com terminais de ônibus ou estações de metrô. “O ciclista que chegar ao final dela termina como no livro do Guimarães Rosa, ‘no nada’. Ciclovia que tem o apelido ‘no nada’.”

 

Outro trecho na mira, mas esse por causa da falta de segurança, é o que percorre o canteiro central da avenida Bento Guelf, em São Mateus, também na zona leste. Segundo ele, os ciclistas andam no meio da pista e dividem espaço com caminhões e ônibus.

 

Fonte: Folha de São Paulo


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

29 Comentários deste post

  1. Ê Avelleda, o cordeirinho do Doria.

    “(…)nós seguramos essa revisão(…)” quer dizer então que ele não concorda e segurou o máximo que pôde? Ou apenas servindo de bom moço para propor que há alguém que entende os ciclistas mas tem que cumprir as ordens do patrão?

    Sobre a retirada: mais fácil retirar do aue conectar, retirar do que prover segurança, retirar do que promover… Retirar sempre é mais fácil. Se são ciclovias muito ou pouco usadas? Não sei. Só sei que quanto menos ciclofaixas/vias e menos conexões, haverá menos pessoas utilizando. Creio que não precisa ser nenhum gênio pra entender isso.

    O.Juliano / Responder
    • A unica coisa que estão interessados é apenas tirar as ciclovias. O proximo passo é tirar as faixas exclusivas de onibus, a exemplo de uma declaração do Doria onde ele diz que pretende tirar a faixa da Giovanni…

      De qualquer forma não tem problema. A exemplo do Bom Retiro, a galera vai lá e repinta qtas vezes for preciso.

      A cidade é das PESSOAS, não dos carros!

      O que vai esperar de um prefeito medíocre que sequer respeita as leis de transito e já perdeu sua CNH 2 vezes em 3 anos?

      Aos poucos a máscara vai caindo….

      Renato / (em resposta a O.Juliano) Responder
      • Renato, e digo mais: quem dera fosse “aos poucos”, pois a máscara já caiu logo de uma vez só. O que tá saindo agora é a maquiagem por trás da máscara. Já já é o botox. E não passamos nem pelo primeiro semestre desta gestão aterrorizante.

        O.Juliano / (em resposta a Renato) Responder
      • Se repintar, ou não, passam por cima.

        Fábio Peres / (em resposta a Renato) Responder
  2. Li a matéria e os argumentos da Prefeitura não têm nenhum sentido.

    Se há falta de conexão, que se crie a conexão onde for necessário. Retirar trechos é fazer com que, lá na frente, desmotive o uso da bicicleta – afinal, na mente do ciclista em potencial (que poderia usar a bicicleta como meio de transporte), é muito perigoso andar junto aos carros.

    Alex / Responder
  3. Parabéns aos que votaram no “não político”, e sim no “gestor”. Bem feito!!!!!!!!!!!!!!! Não mostrou a que veio ainda !!

    Joel / Responder
  4. Conheço as duas ciclofaixas, é um crime circular em meio a veiculos como está a faixa no canteiro central da Bento, muitos qye aqui se manifestaram contra, num outro post sobre ciclo vias nos EUA no meio da AV conentaram contra, é só retornar aos comentários do post na semana passada.

    Felix / Responder
    • Imagino que segundo o DataFelix (que possui tanta credibilidade quanto os dados recentes informados pela CET) estas ciclofaixas não se justificam, por isso tem que remover! #DespedalaSP

      O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
      • Quando a CET era gerida pelo ex prefeito vc dizia o contrário, quem mudou, a CET ou o O .Juliano?

        Felix / (em resposta a O.Juliano) Responder
        • Eu dizia o contrário? Procure por comentarios meus em que pergunto se quem manipula os dados é a CET ou a Prefeitura.

          Outra coisa, o problema nem é somente a manipulação de dados da CET, mas é a forma descarada de utilizar uma fonte de dados do ano amterior (fornecidos pela PM) e agora criarem uma métrica própria deles.

          Diferente de vc, Felix, eu não torço pra políticos como se fosse um time de futebol. O que é pra ser elogiado, reconhecido ou criticado vale para quem tenho mais empatia quanto para quem não gosto.

          O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
  5. Parabéns !!! tem que apagar todos essas merdas de ciclolixo.

    Jurandir / Responder
    • parabens poderia começar apagando o url do site do seu navegador.

      Alexandre i / (em resposta a Jurandir) Responder
      • ciclolixos pq atrapalha o deus carro?

        Qual é a sua solução para resolver o problema dos congestionamentos interminaveis? Mais vias para mais carros, como foi feito nos ultimos 40 anos e só ajudou a colocar mais carros e a piorar mais os congestionamentos e a poluição do ar? Além de atrapalhar e prejudicar a circulação de onibus e pedestres?

        Renato / (em resposta a Alexandre i) Responder
        • Trocar de ciclovias para motovias.A quantidade de motos circulando, principalmente para ir e vir ao trabalho ou para o proprio trabalho.As mulheres já são 30%de Motociclistas e merecem vias sgregadas dos carros.Inclusive dugiro que após a inauguração do Rodoanel Norte faça Ciclomotos ou Motovias nas Marginais.

          Felix / (em resposta a Renato) Responder
          • Moto é um veiculo que polui de 3 a 10 vezes mais que o carro, além de ser um veiculo perigoso e que não deve ser incentivado de jeito algum.

            Além disso a CET na gestão Kassab testou as motofaixas (e não motovias) e aumentou consideravelmente o numero de acidentes envolvendo motos, tanto é que foi desativada e descontinuada ainda na gestão do Kassab.

            Em que país do mundo resolveu o problema dos congestionamentos incentivando o uso de um veiculo individual e que polui mais o carro, qdo o correto é melhorar, expandir e tornar o transporte publico atrativo, para que mais pessoas deixem o carro na garagem e passem a usar o onibus, metrô ou trem, ajudando a reduzir congestionamentos e poluição do ar.

            Foi ideias nada a ver como a sua que fez SP chegar ao CAOS que se encontra hoje.

            Investir e priorizar o transporte publico (onibus, metrô e trem) e o ativo (pedestre e ciclistas) é integrar tudo é a unica forma de reduzir congestionamentos.

            Vale lembrar que segundo pesquisas de mobilidade urbana, 70% dos deslocamentos, ou seja a maioria é feito a pé, bike e de transporte publico…..

            Qualquer outra alternativa já foi festada nas ultimas decadas e NÃO deu certo…pra que insistir nesse erro estupido?

            Renato / (em resposta a Felix)
          • Falo como motociclista: confirmo o que o Renato disse aí: uma motovia não resolve os problemas dos excessos dos motociclistas.

            Anonimato / (em resposta a Felix)
          • Nossa, não li isso….afff

            O reflexo da mentalidade subdesenvolvida…..kkkkkkkkkkkkkkk

            Tiago / (em resposta a Felix)
          • Pensamento a partir da escola doriana…

            O.Juliano / (em resposta a Felix)
    • Volta para os gearhead bestas do Flatout e Autoentusiastas. Quando morrerem ciclistas, mandaremos as contas para eles. Ops, já começou, e estamos mandando.

      Anonimato / (em resposta a Jurandir) Responder
  6. Apesar de ser ciclista, Avelleda tem rabo preso com seu partido, PSDB, que já foi o meu por longos anos. Agora nem pra síndico de condomínio. E extendo a refuta a qq político que se alie a este partido.

    Marcelo Pádua / Responder
  7. Amooor, ao invés de apagar cria as conexões, aumenta a malha ciclovias e arrasa!
    Esse ciclista não anda de bike? Ele tá tipo o da Cultura que não sabe o que é Agente de Cultura e VAI!
    Em que estado vivem?

    Ronaldo / Responder
  8. O “jestor” João Dória é carrocêntrico e defende os interesses da indústria automobilística, quando ao secretário Avelleda, que papel medíocre que ele faz nessa história toda. Já papel de bobo, quando presidente do Metrô que autorizou as obras da linha 5 -Lilás, com sobrefaturamento de R$326 milhões, segundo a Justiça paulista. Os ciclistas vão ter de se mobilizar para evitar que mais essa aberração ocorra, além a do aumento de velocidade nas marginais que tem ocasionado mortos e feridos. Puseram um serial killer na prefeitura.

    Evaristo / Responder
  9. Estamos no ano de 2017 o mínimo que os governantes deveriam fazer é ser transparentes, pois os argumentos não são válidos. Obviamente a ciclovia da avenida dos metalúrgicos necessita de ajustes/reparos. Porém ela se inicia em um terminal de ônibus (o mais importante do bairro), que dispõe de um bicicletário fechado.
    No mais, já passou do tempo de os governantes criarem meios mais diretos de contato com a população, pois todas decisões são tomadas no critério ‘top down’ de cima pra baixo, quem pode manda, acata quem tem juizo. Quando não suficiente eles apresentam argumentos e dados dubios.

    Júlio César Marcelino / Responder
    • Vc pode ajudar, entre no facebook João Doria e explica essa situação, acredito que vc receberá resposta como muitas pessoas que ali se manifesta.

    • concordo plenamente. E não é no facebook que isso tem que ser denunciado não, é no canal oficial pra isso.

      Completamente sem sentido o argumento da adm municipal. E com o comentário, o Félix prova que não conhece a ciclofaixa, como disse acima. Nunca deve ter pisado na cidade Tiradentes, foi só pelo google maps.

      Mas caramba, ao invés de fazer as conexões, como no caso da Ricardo Jafet, eles tiram as que não estão conectadas.
      Quer dizer então que Saem as ciclovias da Patriotas e Santa Cruz só pq não quiseram fazer a da jafet que as ligava?

      O que esperar de uma prefeitura que apresenta dados de acidentes nas marginais, baseados em boletins de ocorrência e que são diferentes dos da PM?

      É o prefake selfie mostrando que Nulo venceu a eleição em 2016.

  10. Estava demorando pra isso acontecer, tem uma aqui na ZL que chega perto da av Pires do Rio, que não tem conexão, começa perto da Av Nordestina, e não chega a Pires do Rio, porque não tiveram vergonha na cara de continuar ate hoje desde a época do Haddad, e alargaram a calçada pra isso, piada.

    Rodrigo Santos / Responder
  11. Uma minoria das ciclovias não vai de nenhum lugar para lugar nenhum tem de ser retiradas. Caça votos. Como postos de saúde inacados que foram inaugurados pela congestão anterior. Não renovar contratos como da segurança e conservação dos parques municipais, deve ser penalizada com cadeia, multa e perda dos direitos políticos. Seja qual partido for. O cidadão não merece isso.

    Roberto / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*