China inicia mais uma obra de TAV

A China iniciou nesta quinta, 9, mais uma obra de um trem de alta velocidade (TAV) que ligará as cidades de Hangzhou e Wenzhou, ambas no leste do país.

 

A linha terá 331km e irá ser a primeira a ser construída por PPP (Parceria Público-Privada). Depois da construção, prevista para 2021, o tempo de viagem entre as cidades será de 1 hora. Os passageiros também poderão viajar até Beijing e a Província de Guangdong no sul do país via a nova linha.

 

Hoje o país comunista tem 22 mil quilômetros de linhas de trem de alta velocidade enquanto a extensão total de rede ferroviária supera os 124 mil quilômetros.

 

Até 2020, a China quer chegar nos 30 mil quilômetros de TAV.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

7 Comentários deste post

  1. a china ainda é comunista? hehe

    haroldo / Responder
    • O sistema econômico não é comunista há muito tempo, mas o sistema político ainda é comunista, com partido único, censura e repressão a liberdades. Pelo menos o modelo econômico tem sido bem sucedido até agora, e os chineses já tem até renda média maior do que a dos brasileiros.

      Adail / (em resposta a haroldo) Responder
  2. E o Brasil zzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Rodrigo Santos / Responder
  3. Enquanto o Brasil…

    Arthur Lira / Responder
  4. E o trem bala do Lula para a Copa? Ele deve ter sentido bastante de seu partido não ter roubado de mais uma obra federal…

    Ed / Responder
    • Pergunta pro Serra, cara, seu ídolo boicotou o projeto e ainda se orgulhou disso

      Gapre / (em resposta a Ed) Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*