Brasil cai 4 posições em ranking de mercado aéreo

O Brasil, em 2016, fechou na 9º posição de maior mercado aéreo do mundo. Em 2015, estava em quinto. O principal motivo foi a crise econômica que fez com que menos pessoas viajassem de avião. Sem as Olimpíadas, o número poderia ser pior.

 

As informações foram divulgadas nesta sexta, 3, pela IATA (sigla em inglês de Associação Internacional do Transporte Aéreo). Os números incluem voos domésticos, internacionais e conexões. Ao todo foram 100 milhões de embarques em nosso país, queda de 10,4% com relação a 2015.

 

Veja quem ficou na frente do Brasil no ranking:

 

  1. Estados Unidos
  2. China;
  3. Japão
  4. Índia;
  5. Reino Unido;
  6. Indonésia;
  7. Alemanha;
  8. Espanha;
  9. Brasil.

 

Em todo o mundo, foram 3,8 bilhões de passageiros embarcados em 2016 (ante 3,5 bilhões do ano anterior). Desse total, 1,9 bilhão embarcaram em voos domésticos, 1,3 bilhão em voos internacionais e os 604 milhões restantes fizeram conexões.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*