Suspensa licitação de novos trens da Linha 13

A licitação internacional para compra de 8 trens da Linha 13-Jade, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM está suspensa, de acordo com publicação do Diário Oficial nesta sexta-feira, 6 de janeiro. A medida foi em virtude de um recurso administrativo contra o resultado do julgamento final e habilitação.

A empresa chinesa Sifang e a brasileira Temoinsa haviam vencido a concorrência por oferecer menor preço. Participaram também do processo, a Hyundai Rotem e Caf, que ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente, na disputa.

O material rodante deverá ser entregue em 2019, porém a CPTM trabalha para entregar a ferrovia que ligará São Paulo à Guarulhos em 2018.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

8 Comentários deste post

  1. Mas já? Kkkkkk

    Lucas / Responder
  2. Será que irá para nova licitação, ou assume quem ficou em segundo lugar???

    Vanilton Alves / Responder
  3. o cartel ta trabalhando…

    Thiago / Responder
  4. A CAF e HYUNDAI já estão instaladas no Brasil, e aí quem vence a licitação é uma outra estrangeira. Trem não vende como carro então porque não priorizar as que já estão no Brasil

    Alexandre Antunes / Responder
  5. A teimosina não está citada na investigação dos “cartéis dos trens”?

    Em tempos CAF, Alstom e Hyundai são as poucas fabricantes que tem de trens mesmo, querendo ou não. Se alguém souber de outras, passem ao governo para elas pedirem para entrar na concorrência.

    Anonimato / Responder
  6. Já sei as empresas corruptas, querem burlar pra ganhar, vergonha.

    Rodrigo Santos / Responder
  7. De novo a mesma história. Vão adiar para 2021, pode escrever aí…kkkkk

    Leandro / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*