Linha 13 terá quatro fases e paradas na Mooca e Tatuapé

Documento divulgado em setembro durante a 22º Semana de Tecnologia Metroferroviária ocorrida em São Paulo, revela planos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos na extensão da Linha 13-Jade, além dos 12 quilômetros que estão sendo construídos.

A extensão nas duas pontas, rumo a Chácara Klabin e na outra direção até Bonsucesso já era conhecida. Mas a publicação conta detalhes:

Quatro etapas

O documento mostra que a extensão total da linha 13 seria de 36,9 quilômetros, sendo parte em elevado e parte em túnel. Seria atendida por 27 trens e intervalo de 3 minutos, ao longo de 18 estações.

Atualmente a linha 13 está sendo erguida entre Engenheiro Goulart e Aeroporto de Guarulhos. A segunda fase corresponde até São João, e na outra ponta até a futura estação Gabriela Mistral, conectando com a Linha 2-Verde do Metrô. Gabriela Mistral pode ser o novo nome para a chamada estação Tiquatira.

Já na terceira fase, a Linha 13 chegaria aos bairros do Tatuapé e da Mooca. A parada “Demétrio Ribeiro”, por exemplo, por esta informação, seria situada nas imediações da Avenida Abel Ferreira próxima a Avenida Salim Farah Maluf. Já a ‘Sapucaia” é localizada no bairro da Mooca nas proximidades da faculdade São Judas. E por fim a linha chegaria a futura estação Parque da Mooca, cruzando com a Linha 6-Laranja e 10-Turquesa. Na outra ponta a linha chega em Bonsucesso, em Guarulhos.

Prazos

Sobre prazos, fato que geralmente é considerado como um banho de água fria aos expectadores do crescimento da malha metroferroviária, a linha 13 até a terceira fase está na fase de projeto funcional, que precede o básico. Ou seja, ainda não se pode precisar dados mais concretos de obras e funcionamento, infelizmente.

A quarta fase da Linha leva a ferrovia rumo a Chácara Klabin, passando pela Avenida Dom Pedro I.

CPTM estuda atendimentos até o Brás

Outra informação importante é a confirmação dos estudos de trens entre Guarulhos e Brás, em alguns horários. A medida ajudaria a reduzir o número de baldeações.

Prazos²

Sobre o cronograma atual das obras, a CPTM estima que as paradas Engenheiro Goulart, Cecap e Aeroporto estejam prontas em maio de 2017. Já os sistemas de Energia, sinalização, Telecomunicações e SMV ficarão para março de 2018.

Os oitos trens que devem rodar na linha 13 chegarão até janeiro de 2019, porém a CPTM pode realocar outras frotas para atender a ferrovia inicialmente.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.