Letônia terá “primeiros trólebus a hidrogênio da Europa”

No futuro os trólebus serão substituídos por ônibus a células de hidrogênio, correto? Nem tanto. A cidade de Riga, que é a Capital da Letônia, acaba de adquirir 10 novos trólebus articulados com 18,75 metros de comprimento e piso baixo.

Os veículos produzidos pela Solaris do modelo Trollino, são equipados com tecnologia de células de hidrogênio, além do sistema elétrico convencional por alavancas coletoras.

O processo de propulsão do veículo se da pelo hidrogênio reservado em tanques, introduzido na célula a combustível, onde passa por um processo eletroquímico que produz energia elétrica pela agregação do hidrogênio com o oxigênio do ar, gerando água como subproduto.

A ideia é que os ônibus rodem conectados na rede elétrica, e em trecho desprovidos, o sistema auxiliar entre em ação. O veículo possui autonomia em incríveis 100 km mesmo desconectado à rede.

O contrato ainda prevê uma extensão da encomenda para outros 10 veículos, intitulados como os “primeiros trólebus a hidrogênio da europa”.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.