Alstom testa trem “dual” na Romênia

A Alstom apresentou uma nova composição “dual” para a Romênia, que pode se deslocar tanto por energia elétrica quanto por diesel. O modelo é o Coradia e deve operar na ferrovia Sighişoara-Simeria, em caráter de testes.

A entrega das novas composições fazem parte de uma revitalização da ferrovia com 170 quilômetros de extensão, que incluem ainda troca do sistema de sinalização. Junto com a multinacional Francesa estão envolvidas no projeto a CFR infrastructura, Alcatel-Lucent (comparada recentemente pela Nokia) e Pas 97 Impex, cujo o contrato foi firmado em 2014.

A tecnologia que controla os trens é a Atlas 200, também fornecida pela Alstom, que deve possibilitar um aumento de velocidade das composições de 120 a 160 km/h, mesmo em modo a diesel dos novos trens.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

5 Comentários deste post

  1. Muito bonito achei.

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Não entendi o benefício de ser também a diesel. O movimento não seria para energias mais limpas? Ou ter diesel proporcionará maior velocidade?

    O.Juliano / Responder
    • Onde tiver rede aérea, vai elétrica, onde não tiver, diesel. O mesmo trem fazendo grandes viagens sem necessitar transbordo.

      Raul / (em resposta a O.Juliano) Responder
  3. Acredito que tal possibilidade tenha haver com a autonomia do trem, já que não são todas as ferrovias que possuem estrutura e rede elétrica.

    Cicero Junior / Responder
  4. com o tanto de problemas de energia da cptm seria bom ter uns aqui.

    Leonardo Gleison / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*