Uber libera viagens compartilhadas em SP

A partir da próxima sexta, 29, os usuários do Uber de São Paulo contarão com mais uma facilidade. Já habitual no exterior, o usuário terá a opção de compartilhar uma viagem, isto é, caso alguém esteja indo para o mesmo lugar que você, ambos poderão ir juntos no veículo e dividir as despesas.

O aplicativo diz que a função diminui a quantidade de carros nas ruas, contribuindo para diminuir a poluição. Com a nova função, a empresa crê que há a possibilidade de que uma viagem possa ficar até 40% mais barata.

Uma outra notícia, porém dessa vez não muito boa, é que os vereadores de Salvador aprovaram projeto de lei que proíbe o app na cidade. Já em São Paulo, um projeto que regulariza o Uber na cidade entrou na pauta nesta quarta, 27, na câmara dos Vereadores porém a sessão foi suspensa por pressão de taxistas.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

5 Comentários deste post

  1. Sobre a votação em SP, é incrível a capacidade de baixaria provocada pela liderança dos taxistas e os adeptos a confusão, pois assim como tudo na vida não podemos generalizar e falar “todos” Fogos de artificio no prédio, depredação de carros Uber e etc. Acredito que o trabalho é direito e todos e se há reclamações sobre o Uber ser favorecido nas questões de taxas e impostos, que os taxistas se unam contra as taxas e impostos e não à repressão de uma nova modalidade que atende uma nova demanda, algo que já foi demonstrado em pesquisas realizadas. A diferença entre custo x benefício entre táxi e Uber é gritante, porém cada um mantém sua característica. Só temos a lamentar este cenário de selvageria. Espero que isso não comprometa a evolução da modernidade e que o Uber passe por mais esta aprovação na câmara!

    O Juliano / Responder
  2. Os taxistas como sempre querendo seu monopólio e sem concorrência, algo que acontece com outros serviços como os de banda larga no país, vergonha, tomara que aprovem na câmara.

    Rodrigo Santos / Responder
  3. A UBER é a única empresa que trabalha ilegal, a Lei diz que transporte de passageiro tem que ser feito com carro de placa de aluguel (placa vermelha). Essa empresa UBER fica com 25% do faturamento bruto do carro parceiro ou motorista escravizado , pois com os valores praticados nenhum motorista consegue fazer a manutenção do carro, isso é comprovado, eles rodam com pneus riscado e até mesmo careca. A UBER escraviza mais que as frotas. Não é um monopólio do táxista , é uma permissão fiscalizada pela prefeitura, não devemos falar do que não conhecemos.
    O prefeito Maldade acabou de emiti 5 mil alvarás de táxi preto, sorteado legalmente. Os motoristas contemplados tem que pagar R$ 60.000,00 pelo Alvará e comprar o carro que gira em torno de R$ 70.000,00. Enquanto a UBER contrata um motorista parceiro que já tem o carro na garagem , paga um valor de km rodado miserável , fica com 25% do coitado e não contribui nada com a cidade !!!!!!!!!!!! Que empresa maravilhosa heimmmm, Só pra ela , prefeito e quem não sabe de nada……..
    Hoje a UBER está com aproximadamente 30 mil parceiros, e a prefeitura com aproximadamente 40 mil táxis.

    Angelo Fernandes / Responder
  4. A UBER é a única empresa que trabalha ilegal, a Lei diz que transporte de passageiro tem que ser feito com carro de placa de aluguel (placa vermelha). Essa empresa UBER fica com 25% do faturamento bruto do carro parceiro ou motorista escravizado , pois com os valores praticados nenhum motorista consegue fazer a manutenção do carro, isso é comprovado, eles rodam com pneus riscado e até mesmo careca. A UBER escraviza mais que as frotas. Não é um monopólio do táxista , é uma permissão fiscalizada pela prefeitura, não devemos falar do que não conhecemos.
    O prefeito Maldade acabou de emiti 5 mil alvarás de táxi preto, sorteado legalmente. Os motoristas contemplados tem que pagar R$ 60.000,00 pelo Alvará e comprar o carro que gira em torno de R$ 70.000,00. Enquanto a UBER contrata um motorista parceiro que já tem o carro na garagem , paga um valor de km rodado miserável , fica com 25% do coitado e não contribui nada com a cidade !!!!!!!!!!!! Que empresa maravilhosa heimmmm, Só pra ela , prefeito e quem não sabe de nada……..
    Hoje a UBER está com aproximadamente 30 mil parceiros, e a prefeitura com aproximadamente 40 mil táxis.

    Angelo Fernandes / Responder
  5. Crimes contra profissionais do uber aumentam a cada dia e são uma constante, e ninguem faz nada. As mortes de pessoas assassinadas viraram somente um ponto estatístico. Porque o UBER não mostra as caras dos passageiros assim que o serviço é solicitado? Por que não volta a aceitar somente cartao, pois é sabido que o aumento de assaltos e mortes começaram após liberar o aceite de dinheiro. Uber só fica de braços cruzados vendo seus motoristas serem massacrados e o ministerio publico nada faz. Até quando essa vergonha vai continuar? Todos os crimes contra os motoristas do uber tem que ser investigados e punidos exemplarmente, pois pais de familias não podem perder a vida e ficar por isso mesmo. Com relaçao aos taxistas, uma minoria suja o bom nome desses profissionais, mas a categoria tem que ser mais unida e buscar soluçoes para melhorar suas condiçoes de trabalho e atacar outros trabalhadores por pura ignorancia é uma involução em suas folhas de serviço. Mudem para melhorar e chega de seifar vidas.

    joana / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*