Renato Lobo | Via Trolebus
Greve Metrô SP

Greve no Metrô de São Paulo é marcada para a terça-feira (8)

O sindicato dos metroviários não afastou a possibilidade de greve nas linhas operadas pelo Metrô de São Paulo. A categoria, em assembleia na noite desta terça, decidiu por adiar a paralisação para a próxima terça-feira, 8 de fevereiro. Uma nova assembleia será realizada na segunda-feira (7). A proposta aprovada pela categoria foi manter a mobilização e as negociações.

No dia 1º o Metrô apresentou a proposta de R$ 2.037,57 para a segunda parcela da PR de 2019. A categoria, com 2.329 votos, decidiu buscar um valor maior, mantendo a retirada de uniforme e uso de adesivo.

Caso ocorra a paralisação, as Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e monotrilho da Linha 15-Prata devem ser afetadas.

Renato Lobo | Via Trolebus

Plano de contingência prejudicado

Nas últimas paralisações, a operadora adotou a estratégia de convocar funcionários de outras áreas para operar trechos das linhas afetadas pela greve. Mas a medida pode não ocorrer, ou ficar defasada após uma decisão do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo.

A entidade decidiu recusar a participação do plano: “Em conformidade com a deliberação dos engenheiros em Assembleia Geral Extraordinária de 6 de setembro último, o SEESP reiterou, na segunda-feira (31/1), por meio de ofício ao diretor-presidente do Metrô que a categoria se recusa a participar em planos de contingência aplicados pela empresa, caso sejam atribuídas aos profissionais de engenharia funções que não são previstas em seu contrato individual de trabalho.”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios