Foto: Samuel Rocha
SPTrans

Número de ônibus zero emissão em São Paulo ainda é tímido, aponta estudo

A cidade de São Paulo previa a entrada de 2620 ônibus elétricos até o final de 2021, com o acréscimo gradativo de novos veículos elétricos, perfazendo o total de quase 13 mil ônibus sem emissões até 2034.

No entanto, atualmente há apenas 219 veículos movidos a eletricidade e que, portanto, não geram emissões de escapamento. Desse total, 201 são trólebus – alimentados por linhas elétricas aéreas. Os dados são do novo boletim do Monitor de Ônibus SP, publicação periódica do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA).

As análises apontam, entretanto, que o conjunto dos veículos tem gradualmente evoluído em direção a uma frota menos poluidora. Em janeiro de 2021, 17% da frota paulistana era composta por veículos a diesel da fase P5 do Programa de Controle de Emissões Veiculares (Proconve), fabricados anteriormente a 2012, com sistemas menos eficazes de controle de emissões de poluentes. Em agosto deste ano, a proporção de veículos com data de fabricação anterior a 2012 caiu para 12%. Esses veículos mais emissores têm sido consistentemente substituídos por outros mais novos, da fase P7 do Proconve.

Mais passageiros

O estudo ainda aponta que a quilometragem total percorrida pelos coletivos aumentou em agosto em comparação com janeiro de 2021 na capital paulista. Neste ano, o sistema de ônibus retornou a uma certa estabilidade em relação aos seus indicadores operacionais. A frota circulante em dias úteis, por exemplo, permaneceu em torno da média de 12.200 veículos, independentemente da fase da pandemia de Covid-19. A velocidade média diária também variou pouco, mantendo-se em torno de 19 km/h durante todo o ano. Já o número de passageiros, apesar de ainda estar cerca de 30% menor do que no período pré-pandemia, tem aumentado gradativamente.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios