Trem de Carga

MRS conclui obras de contenção de talude em Mogi das Cruzes

A MRS informou que no mês de abril concluiu as obras de contenção de um talude de corte na cidade de Mogi das Cruzes. As intervenções foram iniciaram em novembro de 2020. O local trabalhado é estratégico para a circulação das composições na região e tinha dificuldades específicas para a realização da obra. O tipo de solo do local – solo siltoso – também exige cuidados constantes, uma vez que ele perde estabilidade em função dos efeitos da umidade presente na região.

Foi ainda executado inicialmente o remanejamento dos cabos de fibra optica da concessão de passagem da operadora OI e a criação de um muro de contenção provisória. Foram utilizados equipamentos ferroviários para a criação das soluções de contenção provisória que permitiram a realização da obra e a manutenção da circulação das composições pelo local nesse período.

De acordo com a empresa, foram retirados mais de 5 mil m3 de material do local, além dos retirados pela frota MRS. Todo esse material foi encaminhado para atividades de recuperação ambiental na região de Mogi das Cruzes. A obra demandou serviços de alpinistas experientes, que atuaram na colocação de manta de proteção e na montagem de tela metálica de alta resistência. Também foi construído um novo sistema de drenagem para manter protegida toda a extensão do talude.

“Superar tamanho desafio somente foi possível devido à alta capacidade técnica dos profissionais envolvidos, tanto da MRS quanto da empresa contratada e responsável pelos serviços. O sucesso é consequência da enorme cooperação entre demais áreas da MRS – como Malha, CCO e Gerência de Engenharia de Infraestrutura – com o time de campo da Infra. Esses fatores foram essenciais para obtermos um aumento de tempo de vida residual e uma maior segurança operacional dos ativos da ferrovia”, afirma o especialista em Infraestrutura Mauro Magiri, que atuou na supervisão da obra junto ao gerente André Quadrante.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A MRS é um exemplo de concessão que deu certo, ela
    faz lembrar a Companhia Paulista pela sua eficiência na operação.
    Como seria interessante se a MRS adquirisse o trecho Itapevi-Presidende Epitácio, abandonado pela antiga ALL (Agora Rumo) e CPTM (Parte desse trecho entre Itapevi-São Roque)

Publicidade

Anúncios