CPTM

Novos rumores surgem sobre a unificação das linhas 7 e 10 da CPTM

Surgiram novos rumores sobre a unificação na operação das Linhas 7-Rubi e 10-Turquesa, da Companhia Paulista de Trens metropolitanos – CPTM, nas redes sociais. O assunto é tratado ainda como possibilidade, conforme revelaram fontes ouvidas pelo Via Trolebus.

No entanto, peças não se encaixam neste quebra-cabeça: a concessão da Linha 7-Rubi, que será feita junto com o Trem Intercidades – TIC (São Paulo-Campinas). Ou a Linha 10 seria incluída junto no pacote, ou na hipótese mais plausível da história estar simplesmente no campo das ideias.

Mas a unificação de fato já foi no mínimo cogitada. O rumor havia surgido em 2020, mas sem a confirmação por parte da CPTM. Entretanto em março desse ano, o Secretário dos Transportes Metropolitanos , Alexandre Baldy, em entrevista a sites especializados sobre mobilidade, confirmou estudos sobre a unificação. O titular da pasta só não disse se a proposta está de pé. Disse apenas que a possibilidade foi analisada, como outras pensando na melhoria da operação.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Entenda o Rumor

Uma linha de trem metropolitano ligando Mauá até Francisco Morato, operado com composições da série 9500. É o que disse conversas nas redes sociais e grupos de WhatsApp. O site Diário dos Trilhos também divulgou a possibilidade ainda no ano passado.

De acordo com a publicação, haveria então duas extensões operacionais, uma entre as estações Francisco Morato – Jundiaí (como é atualmente) e a outra entre Mauá e Rio Grande da Serra. As extensões seriam atendidas por trens da série 7000 e 7500.

Mas com a concessão das linhas 8 e 9, onde o leilão ocorreu na semana passada, a operação dos 7000 na superlinha já cai por terra, uma vez que a frota será repassada para a CCR, e parte deve ficar com a operadora privada.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Seria mais apropriado falar em “reunificação”, não? Pois foi a CPTM que fracionou a antiga Santos-Jundiaí.

    Quando a CPTM cortou a operação da linha 10 até a Luz, justificou alegando que, como o trem usava a mesma plataforma para partida e chegada, esta não comportava o fluxo de passageiros.

Publicidade

Anúncios