Monotrilho

Metrô contrata projeto de alargamento de avenida para extensão da Linha 15 até a Jacu-Pêssego

O Metrô de São Paulo divulgou por meio de seu site nesta terça-feira, 29 de setembro de 2020, que assinou com consórcio EBEI-MK (Empresa Brasileira de Engenharia e Infraestrutura e MK Engenharia), a prestação de serviços técnicos especializados para elaboração dos projetos básicos para readequação viária da Avenida Ragueb Chochi, no trecho entre a Rua Fonte de Macaé e a Rua Lídia Maria.

A contratação deve estudar a região para futuramente ser contratadas as obras físicas de alargamento da via, que vai permitir construir as estações Boa Esperança e Jacu-Pêssego. Além disso, serão estudados as áreas de regulagem e baias operacionais na estação São Mateus e do sistema viário sul da estação Oratório.

Obras na estação Jardim Colonial | Foto: Metrô de São Paulo

Duas novas estações a partir de Jardim Colonial

De acordo com o documento, “as adequações e ajustes do sistema viário necessários à implantação do
sistema monotrilho, compreendendo calçadas, duas pistas com duas faixas (na primeira fase do projeto) e três faixas (na segunda fase) e canteiro central com inserção da estrutura do sistema monotrilho, incluindo a geometria da sua via permanente, ciclovia e paisagismo, com as adequações necessárias do sistema viário e paisagismo nos trechos onde estão localizadas as estações Boa Esperança e Jacu-Pêssego e também interligação com ciclovia no trecho entre Estação Jardim Colonial e o trecho necessário para operação dessa estação, contemplando desenhos, relatórios geotécnico e de edificações lindeiras, não se limitando a essas”.

O prazo de vigência do Contrato é de 18 (dezoito) meses, contado da data de sua assinatura.

Foto: Metrô de São Paulo

Trechos até Ipiranga e Jacu-Pêssego do monotrilho da Linha 15 programados até 2024

As expansões do monotrilho da Linha 15-Prata entre Vila Prudente e Ipiranga, e entre Jardim Colonial e Jacu-Pêssego, entraram pela primeira vez no Relatório de Empreendimentos do Metrô, datado do mês de agosto. Junto com as extensões, há também menção ao Pátio Ragueb Chohfi, e os prolongamentos estão previstos para 2024, de acordo com o documento. Se a meta (otimista) for concluída, a Linha 15 passará a ter 14 estações, e deve receber um movimento maior de passageiros.

Em pauta, mas sem previsão concreta de obras

Em uma resposta a um usuário nas redes sociais, o presidente do Metrô Silvani Pereira, disse que as duas extensões do monotrilho da Linha 15-Prata seguem “em pauta pelo governo e estão em fase de projeto”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios