Aviação

Azul isentou passagens de profissionais da saúde em mais de 500 voos

A Azul informou que transportou gratuitamente profissionais de saúde atuantes na linha de frente do enfrentamento à Covid-19 em 574 voos desde março, quando passou a isentar o valor da passagem para estes profissionais. Foram transportados médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos e nutricionistas em deslocamento em função do combate ao coronavírus, nos assentos disponíveis em seus voos, pagando apenas a taxa de embarque.

A empresa abriu mão de cerca de R$ 135 mil em passagens caso os bilhetes fossem comercializados. “Desde o início da pandemia, temos buscado fazer o possível para ajudar no combate ao vírus, seja transportando equipamentos médicos e medicamentos pelo Brasil, buscando insumos em outros países com operações inéditas, realizando voos de repatriação ou mesmo ativando nossa rede de voluntários internos. E transportar profissionais de saúde tem sido uma das maneiras mais singulares e fundamentais que encontramos para poder contribuir ainda mais no enfrentamento à pandemia”, explica Jason Ward, vice-presidente de Pessoas e Clientes da Azul.

A iniciativa vai até o fim de julho. Para participar, é necessário apresentar:

  • Carteira de identificação oficial do Conselho Regional competente (CRM, COREN, CREFITO, CRF ou CRN);
  • Declaração por escrito comprovando que o motivo da viagem se dá pelo cuidado a pessoas enfermas contaminadas ou suspeitas de contaminação pelo COVID-19.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios