Foto: Sergey Korovkin 84
TAV

Russos querem construir trens de alta velocidade que operem a 400km/h

Uma parceria entre a Russian Railways, o Centro de Engenharia para Transporte Ferroviário e Knorr-Bremse busca desenvolver trens de alta velocidade que ligariam as maiores cidades do país com velocidades de até 400 km/h. A expectativa é que o primeiro comboio veloz possa entrar em serviço em 2026.

O consórcio contempla a prestação de serviços de engenharia, consultoria e design e o desenvolvimento de documentação operacional para o material rodante de alta velocidade e sua produção no próprio país.

Empresas como a Sinara Transport e Siemens Mobility estão envolvidas no projeto, com o objetivo de desenvolver uma composição de trens capaz de atingir as velocidades maiores que as linhas rápidas na Europa.

Parte da empresas já possuem experiência no modal veloz, como a Knorr-Bremse, integrante do programa, que forneceu subsistemas para os 16 trens em parceria com a Siemens, que atualmente operam serviços entre Moscou e São Petersburgo e Nizhny Novgorod, com velocidades de até 250 km/h, e mais 13 desses trens deste tipo estão encomendados.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios