Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Mobilidade Urbana

Maioria no Brasil apoia lockdown, diz pesquisa

A maior parte dos Brasileiros são favoráveis ao chamado lockdown, a medida mais dura de isolamento, que foi tomada em alguns estados brasileiros e países, como forma de conter a pandemia do novo coronavírus.

Uma pesquisa feita pelo Datafolha feita com 2.069 pessoas por telefone, aponta que 60% são favoráveis a medida. Já 36% são contrários, 2% não souberam responder e 1%, se dizem indiferentes. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Os grupos que mais apoiam a restrição total são mulheres e jovens. Já 50% afirma que só sai de casa em casos de estrema necessidade.

Sem lockdown em São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, em entrevista à GloboNews nesta segunda-feira, 25 de Maio de 2020, afirmou que o Estado não terá o Lockdown por enquanto, mas que pretende adotar uma “quarentena inteligente”. O governador confirmou que a nova medida poderá ter diferenças, dependendo da região do estado.

“Para ser muito preciso, nós teremos uma nova quarentena. Mas será uma quarentena inteligente, porque levará em consideração toda a regionalização de São Paulo, do interior, da capital e da região metropolitana. A decisão não será homogênea. Até agora ela foi homogênea em todo o estado porque ela precisa ser. Agora nós temos a condição de fazê-la heterogênea, seguindo as orientações do comitê de saúde. Áreas e regiões em que possamos nessa quarentena inteligente ter um olhar diferente, nós vamos fazer. Aonde não for possível porque os riscos e índices indicam que não devem, não haverá”, disse Doria.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Datafolha, o instituto de pesquisas mais falacioso e duvidoso do Brasil. Essas dados são absolutamente ridículos, e no mínimo, equivocados, como todos advindos deste pessoal.
    Para os cidadãos que não vivem de maratonar netflix ou militar nas redes sociais, e de fato precisam trabalhar, um possível lockdown e até mesmo essa quarentena arbitrária só significam uma coisa: fome ao povo brasileiro
    Afinal, uma vez que o covid-19 passar, poderemos voltar a morrer em decorrência de Tuberculose, falta de saneamento básico, assaltos e outros crimes, ou pela ineficiência que existe no SUS há pelo menos 30 anos.

Publicidade

Anúncios