Foto: Adamo Bazani | Diário do Transporte
Metrô SP

Espanhóis teriam desistido de assumir a Linha 6-Laranja do Metrô, diz jornal

Uma informação postada pela a jornalista Sonia Racy, da coluna Direto da Fonte, da conta de que a empresa espanhola Acciona teria desistido da compra do Consórcio Move São Paulo, responsável pela Linha 6-Laranja do Metrô.

A publicação cita uma eventual intransigência da empresa, e que teria colocado fim a negociação. Cita ainda que os chineses voltaram à mesa de discussões. Todas as informações ainda não foram confirmadas oficialmente.

O secretário dos transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, no entanto, disse em sua rede social que a negociação  continua. O titular da pasta se referiu a informação de que as negociações teriam sido frustadas como “boatos infundados”

Em novembro, foi anunciado que a Acciona, um conglomerado espanhol do promoção e gestão de infraestruturas e as energias renováveis, assumiria as obras da Linha 6-Laranja do Metrô, fato confirmado pelo secretário dos transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, segundo uma entrevista concedida pelo titular da pasta ao jornal Bom dia São Paulo.

Segundo o secretário, a empresa apresentou documentação na sexta-feira, 8 de novembro de 2019, estabelecendo acordo para comprar a concessão da Parceria Público-Privada – PPP.

O Estado, por sua, vez, publicou decreto no Diário Oficial deste sábado, 09 de novembro, ampliando novamente o prazo para vigorar a caducidade do contrato de concessão com o Consórcio Move São Paulo. Este novo prazo é de 90 dias. Agora cabe ao governo estadual analisar os aspectos legais desta compra.

Prazos

Perguntado sobre prazos de conclusão das obras, Baldy disse que assim que forem retomadas as construções, a linha que ligará a Brasilândia até a estação São Joaquim, com 15 km de extensão, poderá ser entregue em 4 anos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios