Brasil

Transporte sobre Trilhos deve crescer 50 km em 2016

Os números são da Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos)

Apesar do baixo crescimento da rede metroferroviária em 2015, na ordem de 1% na comparação com o ano anterior, conforme falamo neste post, em 2016 a rede sobre trilhos brasileira promete um crescimento considerável.

De acordo com o Balanço do Setor Metroferroviário de Passageiros 2015/2016, divulgado pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), levando em conta as inaugurações da Linha 4 do Metrô da cidade do Rio de Janeiro, a primeira etapa do VLT da zona portuária e central do município do Rio de Janeiro, a extensão do VLT da Baixada Santista, e a primeira fase da Linha 2 do Metrô de Salvador, juntos somam 50,2 km em novas linhas.

Apesar do número, especialistas não enxergam com otimismo. “O momento econômico do Brasil contribuiu de forma decisiva para a desaceleração da execução de obras e projetos de infraestrutura” afirma Roberta Marchesi, superintendente da ANPTrilhos.

Já as obras em andamento, parte delas caminho a passos lentos, ou correm o risco de não serem dentro de cronograma previsto. No Rio de Janeiro, os prazos para finalização da Linha estão apertados. Em São Paulo, problemas com fornecedores e empreiteiras atrasaram as construções das linhas amarelas e do monotrilho do Morumbi.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!