Internacional

Acidente destrói novos trens do Metrô de Santiago

Cinco novos carros do Metrô de Santiago, avaliados em US$ 7,3 milhões cada, foram destruídos após vigas de ferros caírem sobre os trens, durante o transporte entre a Espanha e o Porto de Valparaíso. As composições destruídas chegaram nesta sexta-feira, 6 de maio, em terras Chilenas.

De acordo com publicação do site “La Tercera“, a companhia do Metrô deve acionar a Caf, fabricante dos trens, para que o seguro cubra os prejuízos. A estatal diz também que não haverá atrasos para início das operações das linhas 3 e 6, que devem receber a frota de 37 comboios.

Trem sem condutor fabricado pela Caf para Santiago
Trem do mesmo modelo que foi destruído

A linha 6, cuja as obras passaram de 70% de conclusão, deve ser inaugurada no ano que vem, com 12 trens inicialmente. Já a linha 3 será aberta ao público em 2018. O material foi comprado em outubro de 2015, e deve possuir sistema driverless, com operação sem condutor.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios