SPTrans

Tatto defende alternativas para financiamento no transporte

O Secretário Municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, defendeu nesta quinta-feira, 28 de abril, proposta de cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) municipal sobre os combustíveis.

O projeto abriria caminhos para os municípios usarem no custeio do sistema de transporte. Por exemplo, Se R$ 0,10 do preço cobrado pelos combustíveis fossem realocados para o sistema de ônibus, com uma arrecadação anual de R$ 625 milhões, resultaria na contenção do valor da tarifa.

“O transporte modal individual aumenta o custo do modal coletivo, por essa razão, entendo que o transporte individual, menos eficiente, tem que custear o coletivo”, afirmou Tatto.

As declarações foram dadas durante a reunião “20-20 Transporte e Planejamento Urbano”. Atualmente, a mudança da Cide está sendo discutida na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios