SPTrans

São Paulo deve tornar mais rígida fiscalização dos ônibus

A prefeitura de São Paulo deve implantar um método mais rígido na fiscalização dos ônibus municipais com a implantação do SIM – Sistema Integrado de Monitoramento, com a utilização de GPS para analisar partidas programadas e o intervalo cumprido dos veículos.

Em um comunicado ao jornal “O Estado de São Paulo“, o Secretário Municipal de Transportes, Jilmar Tatto, disse que com a nova medida, é possível que o número de multas aos operadores suba.

“Estamos mudando a plataforma tecnológica, saindo da fiscalização aleatória e manual e migrando para uma global, em todos os veículos, não só nos terminais … Tem hora que ele (operador da linha) demora 20 minutos para liberar uma saída. Para compensar (os veículos que não saíram), ele libera um monte de ônibus de uma vez para não levar multa”, afirmou Tatto.

O modelo terá início neste domingo, 10 de abril de 2016. Tatto disse ainda que as empresas de ônibus adotam estratégias para camuflar o descumprimento de horários. Já o SP Urbanuss, sindicato que representa as empresas de ônibus, diz que a queda no número de multas e de reclamação dos passageiros se deu por conta de melhoria dos serviços e do sistema, como as faixas exclusivas e novos ônibus.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios