Imagem de Digna Imagem/Clóvis Ferreira Frenagem regenerativa
Metrô SP

Segunda colocada em licitação pode assumir obras da Linha 4

Imagem de Digna Imagem/Clóvis Ferreira Frenagem regenerativa
Imagem de Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Atualizado às 17h50

O Governador Geraldo Alckmin afirmou nesta quinta-feira (19) que o segundo colocado na licitação das obras da segunda fase da linha 4-Amarela pode assumir as construções. As informações foram transmitidas no telejornal SPTV, da TV Globo. O governador disse que deve rescindir o contrato com o consórcio. O consórcio culpa empresas terceirizadas e o próprio Metrô pelo atraso. Porém, o Metrô nega.

Segundo a reportagem, caso o consórcio Isolux Córsan-Corviam, atual responsável pelas obras, tenha cancelado seu contrato pelo Governo do Estado, e o segundo colocado seja contratado, após aceitar o valor estabelecido pelo Metrô na contratação do primeiro colocado, terá que cumprir o cronograma estabelecido pelo governo estadual, onde a estação Higienópolis-Mackenzie seria entregue em 10 meses, a Oscar Freire em 1 ano, São Paulo – Morumbi em um ano e meio, e por último a estação Vila Sonia deveria ser finalizada em 2 anos, ou seja, 2017.

O âncora do telejornal, Cesar Tralli, informou que em conversa com o Metrô, a empresa avalia alternativas para não ter de realizar uma nova licitação, que acarretaria em paralisação de cerca de 1 ano das obras para que todos os tramites necessários na nova concorrência sejam realizados.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios