CPTM Metrô SP SPTrans

Projeto de lei autoriza animais de estimação em Metrô, trens e ônibus de SP

fb4b25_fa5f2d2c8c77062db322fba3be230d29.jpg_srz_3412_2266_85_22_0.50_1.20_0.00_jpg_srzQuem depende do transporte público e precisa levar seu animal para o veterinário, como faz se o trajeto for longe? Um vereador de São Paulo propõe lei que contempla cães e gatos de até 10kg, onde poderiam circular em gaiolas.

De acordo com o vereador Paulo Frange (PTB), autor do projeto, algumas pessoas tem uma relação muito próxima com seu animal: “A situação no transporte do animal em São Paulo precisa ser solucionada. Não temos mais como separar o animal doméstico das pessoas que passaram a ter esses animais como parte da família”, explica Frange.

O projeto de lei prevê um horário especifico para que os animais possam circular e também o peso permitido. “Criamos um texto para poder trabalhar o assunto sem atrapalhar o transporte público”, afirma o vereador, que defende proibir a entrada de bichos entre as 6h e 9h e também das 16h às 19h. Mas qual cidadão levaria seu animalzinho para a baldeação na Sé as 6 da tarde?

Outro condição para transportar o animal é a apresentação de carteira de vacinação do bicho.

A lei ainda depende de aprovação da Comissão de Justiça. O vereador afirma ainda que será possível avaliar a cobrança de passagem para o melhor amigo do homem.

Atualmente, apenas o cão-guia, usado para o auxilio de deficiente visuais, é permitido acessar o transporte público.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios