Metrô SP

Voz do trem da Linha 4-Amarela sugere compra de cosmético

Por mais que o usuário do Metrô esteja habituado com o trajeto dentro dos trens, é importante os anúncios das próximas estações, e recentemente com tantas intervenções por conta de obras no sistema metroferroviário, é de suma importância as advertências sobre eventuais interrupções. Mas, o passageiro da linha 4-Amarela tinha que conviver também com propaganda de produtos, similar as chamadas das estações.

Mas, o clima pesou e a Secretaria de Transportes Metropolitanos mandou retirar áudio dos trens. Tratava-se de uma gravação de uma ação de merchandising de uma empresa de cosméticos. A chamada sugeria que o passageiro desça na Estação da Luz, onde está localizada o ponto de venda com promoção: “Atenção passageiros. Desembarque na Estação Viva Linda com O Boticário e descubra como a beleza pode transformar o seu dia. De 1º a 5 de outubro na Estação da Luz”, diz ao áudio da propaganda.

LEG-2inha4amarela10De acordo com a revista Veja, a STM “não autorizou a ViaQuatro a veicular inserções publicitárias por meio do sistema de som dos trens”. “O contrato de concessão disciplina o uso de espaços e outras mídias para campanhas publicitárias, que sempre dependem de aprovação prévia do poder concedente”, diz a nota. “Um processo administrativo foi aberto para apurar a ocorrência e determinar a punição da concessionária.”

Estação / Shopping

Quem passa pela estação Pinheiros pode notar que em cada andar, uma série de lojas e quiosques foram abertos para o “passageiro-consumidor”. Já nos trens, os monitores concebidos para vincular informações úteis aos passageiros, vinculam também outros comerciais.

ViaQuatro diz que foi engano

A ViaQuatro disse a revista em nota, que a campanha publicitária divulgada nesta terça-feira foi veiculada “equivocadamente”. Segundo a empresa, o áudio com a propaganda estava em fase de testes. “A concessionária esclarece que o impacto sonoro da mensagem estava sendo testado em apenas um dos trens da linha, em ambiente interno e fora da operação comercial. Por uma falha técnica/operacional, o aviso permaneceu no sistema de áudio dos trens que entraram em circulação”, disse.

Com as informações de Veja

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios