EMTU VLT

Começa a limpeza dos terrenos das áreas lindeiras ao futuro VLT de Santos

Nesta semana começaram os trabalhos de demolição e limpeza dos terrenos situados ao lado da futura linha do VLT. Mas calma. As obras ainda não vão começar. A EMTU quer manter as áreas em perfeito estado de conservação e limpeza para, segundo a empresa, garantir a saúde e a segurança da população.

Os serviços de demolição e limpeza estão concentrados nos terrenos que já foram desocupados, por meio de ações judiciais de reintegração de posse. Esta primeira fase deve durar 15 dias até a desocupação dos imóveis restantes. Em Santos, do total de 30, foram desocupados 19 imóveis e o restante aguarda decisão judicial. Em São Vicente, do total de 12, três imóveis foram desocupados e nove aguardam decisão judicial.

A EMTU garante que não será feita nenhuma obra nos terrenos desocupados e limpos, a não ser as intervenções previstas no projeto de construção da linha do VLT. A empresa disse que vai manter vistorias sistemáticas nas áreas desocupadas para garantir a limpeza das áreas lindeiras ao futuro sistema de transporte.

Por Renato Lobo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios