TAV Trens Regionais

Impasse no Trem bala pode acelerar o trem paulista

O governo de São Paulo quer anunciar este ano a abertura de processo para instalação para uma rede de trens regionais que vai interligar Campinas, Grande São Paulo, Sorocaba e a Baixada Santista. O projeto prevê conexão entre os aeroportos de Viracopos e Congonhas — dois dos maiores hubs de transporte aéreo do País.


Alckmin quer ampliar a capacidade de transporte de pessoas para atender à demanda na Copa de 2014 e prevê utilizar a tecnologia de trens sobre trilho de média velocidade e de monotrilhos. No entanto a demora na solução para a licitação do tav, em função de não ter aparecido nenhum interessado no projeto na última segunda-feira, pode atrasar a implantação do projeto nas regiões de Campinas e São José dos Campos, por onde o projeto do TAV prevê passagem.


Alckmin, pelo menos oficialmente, não quer bater de frente com o governo federal. A assessoria de imprensa do governador informou que espera uma definição sobre o TAV para detalhar o projeto estadual. Em caso de o trem rápido sair do papel, os projetos de Campinas e São José podem ser modificados. Estudos sobre o assunto estão sendo feitos pela Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos.



Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!