Obras do VLT de Cuiabá darão lugar a jardins

São Paulo – 21h30

 

Paralisadas há quatro anos, as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT de Cuiabá devem dar lugar a jardim. Mas, a administração municipal afirma que o projeto paisagístico não significa que as construções não poderão ser retomadas. A prefeitura informou ainda que caso o projeto seja retomado, as gramas poderão ser reaproveitadas em outros locais, assim como as plantas colocadas em vasos.

8043b00e4b4ebb0061f04bb9701642a4

Em 2017 o governo rescindiu contrato firmado em 2012 para a realização da obra, após a deflagração da Operação Descarrilho pela Polícia Federal, que apontou irregularidades. Somente 6 km dos 22 km dos trilhos do VLT foram concluídos.

Uma nova licitação deverá ser lançada, mas ainda sem data definida.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

8 Comentários deste post

  1. Vergonha!

  2. vergonha total

    Vinicius /
  3. Legado da Copa.Isso sim é uma vergonha, Essa obra começou com dinheiro Federal antes do VLT de Santos que usou verba do governo Estadual, Santos já inaugurou o mais de 15 kms de VLT, tem projetado mais 15 kms e esse VLT de Cuiabá, 6 kms, está abandonado.

    Felix /
  4. Vergonha é de Norte a Sul.
    Corrupção e mal uso do dinheiro público tem em todos os lugares.
    O dinheiro que não vai parar no bolso dos políticos é jogado pelo ralo.
    Esse VLT era para estar pronto e servindo a população de Cuiabá com um
    transporte mais eficiente e sem poluição.
    Aqui em São Paulo também temos as linhas de monotrilho que nunca acabam.
    Não sei se estarei vivo quando o monotrilho chegar ao Jabaquara.

  5. Dinheiro sem fiscalização alguma, e investido em áreas da mesma forma, espera o que vindo de um país que os políticos aprovam o que querem, e o povo omisso aceita tudo, temos que ser roubados mesmo, ate o fim dos tempos.

  6. Que dó mano, tudo largado as traças, o povo de Cuiabá deveria cobrar isso nos debates.

    Tiago Gimenes /
  7. Dinheiro jogado fora. O melhor seria acabar esta obra.

    Marcos Henrique Saat /
  8. Que VERGONHA,como fazem política rasteira com o dinheiro público,tudo por vaidade sem limites

    Demolidor Trem de Ferro /

Deixe uma resposta