INFRAERO vai ampliar Aeroporto de Uberlândia

A INFRAERO está com uma série de investimentos no Aeroporto de Uberlândia/Ten. Cel. Aviador César Bombonato (MG), que vão aprimorar tanto as operações de pousos e decolagens quanto o nível de conforto dos passageiros. No total, a empresa está investindo R$ 60,15 milhões no terminal mineiro.

Entre as melhorias previstas, está a reforma e ampliação do terminal de passageiros, com investimentos na ordem de R$ 50 milhões. O projeto encontra-se em elaboração, devendo ser finalizado até o final deste mês. Com o fim dos trabalhos, a capacidade do aeroporto será de 3 milhões de passageiros por ano, ante os 1,9 milhão atuais.

O terminal será ampliado em 67%, passará dos atuais 3.325 m² para 5.525 m². Nesse escopo, a sala de embarque será expandida de 329 m² para 824 m², já a sala de desembarque passará a ter 687 m² contra os atuais 348 m². Além disso, o terminal ganhará mais áreas comerciais, passando de 293 m²para 442 m², um aumento de 51%.

E para agilizar o fluxo de passageiros, será instalado mais um equipamento de raio-X, totalizando quatro unidades, além de mais uma esteira de restituição de bagagens. A reforma também contempla a ampliação e modernização dos sanitários do aeroporto.

Outra iniciativa já em curso é a reforma na pista de pouso e decolagem, com recapeamento total do pavimento e correção parcial da geometria. A ordem de serviço foi expedida no dia 9/4 e a previsão de conclusão dos trabalhos é para o dezembro deste ano. Ao todo, R$ 7,15 milhões estão sendo investidos nessa melhoria, que vai aperfeiçoar a condição operacional e de segurança das operações, além de diminuir a possibilidade de fechamento em caso de condições adversas, já que os trabalhos também irão aprimorar o escoamento da água. Nesse sentido, outra ação da INFRAERO é a adequação do balizamento luminoso da pista, que está em fase de licitação e vai receber R$ 3 milhões, com previsão de conclusão para dezembro.

Com 83 anos de operações, o aeroporto está situado em uma das principais regiões de Minas Gerais, onde a indústria, agropecuária, comércio e o setor de serviços se destacam, sendo que a cidade de Uberlândia atualmente é considerada o maior polo de Logística da América Latina. Isso porque o município possui localização estratégica em relação aos grandes centros produtores do país: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Vitória (ES) e Goiânia (GO), todas dentro de um raio de mil quilômetros. Além disso, a região conta com um número grande de universidades, e tem se firmado como um importante destino brasileiro para o turismo de negócio.

A movimentação de passageiros, entre embarques e desembarques, no aeroporto do Triângulo Mineiro, chegou a 1,1 milhão em 2017. Esse número é cerca de 5% maior que o registrado em 2016, quando passaram pelo terminal aproximadamente 1 milhão de viajantes. A movimentação de aeronaves também teve alta: foram 24.456 pousos e decolagens, um crescimento de 3,52% ante o ano de 2016, quando foram contabilizadas 23.624 aeronaves.

Atualmente, quatro empresas operam no terminal mineiro – Latam, Gol, Passaredo e Azul -, com rotas para Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Guarulhos, Goiânia e Rio de Janeiro.

OUTRAS MELHORIAS

Em 2017, o estacionamento do terminal foi reformado e ampliado. Já no início deste ano, a sala de embarque recebeu um novo canal de inspeção de bagagens para agilizar o processamento de passageiros, e foram instalados novos equipamentos de climatização. O terminal também possui o sistema ILS, instalado em 2014, que orienta os procedimentos de pouso e decolagem dos pilotos em caso de condições climáticas adversas, desde que aeronave e a tripulação estejam devidamente habilitados.

COMPLEXO LOGÍSTICO

A INFRAERO também está licitando área para a implantação de um complexo logístico no Aeroporto de Uberlândia. A empresa Ponta Negra Ltda foi considerada a arrematante da licitação, com valor global de R$ 9,18 milhões pelo contrato de 300 meses. A este valor poderão ser acrescidos percentuais variáveis sobre o faturamento bruto mensal na exploração comercial e operação da atividade de armazenagem e movimentação de cargas internacionais e nacionais nos modais aéreo, terrestre e marítimo.

A previsão de investimento em infraestrutura para operação do empreendimento é de R$ 23 milhões. Cabe destacar que as cargas terrestres e marítimas podem ser armazenadas e tratadas em Uberlândia, de acordo com a demanda dos operadores logísticos e seguindo normas alfandegárias correspondentes.

Para a INFRAERO, o contrato representa um incremento em resultado anual superior a R$ 360 mil. Para a comunidade local, o empreendimento irá contemplar a ampliação de infraestrutura logística, consolidando o empreendimento dentro do aeroporto como uma alternativa multimodal para empresas e comércio locais nas operações logísticas nacionais e internacionais.

Fonte: Assessoria Infraero


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*