Frota de ônibus deve ser reduzida a 50% nesta sexta, 25, em SP

 

A Prefeitura de São Paulo informa que, diante da continuidade da greve dos caminhoneiros, está adotando uma série de medidas de contingência em relação aos serviços públicos.
TRANSPORTES
A SPTrans informa que a manutenção da greve nacional dos caminhoneiros, que prejudica o abastecimento de combustível para o sistema municipal de transporte, pode afetar a circulação de cerca de 50 % da frota de ônibus da cidade nesta sexta-feira (25/5).
Linhas Noturnas

Operação de 50% da frota, equivalendo a:

– Linhas com intervalos de 15 minutos passarão para 30 minutos.

– Linhas com intervalos de 30 minutos passarão para 60 minutos.
Linhas Diurnas

Considerando o mapeamento efetuado junto às empresas operadoras, estima-se uma redução da frota na ordem de 50% em todas as regiões da cidade.
Em razão disso, o rodízio municipal de veículos está suspenso novamente. A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes determinou que a SPTrans e a CET reforcem as equipes de rua para orientar os passageiros e motoristas sobre as mudanças.
Durante o início da manhã desta quinta-feira, as empresas conseguiram circular com até 97% da frota programada porque abasteceram seus veículos por meios alternativos ou se utilizaram do estoque que ainda dispunham. A frota de trólebus está 100% operacional.
No período de entrepico, a São Paulo Transporte (SPTrans) autorizou as empresas de ônibus a reduzir em até 40% a frota em operação no horário como forma de garantir a operação da frota no fim da tarde e noite. No período de pico da tarde, a partir das 16h30, as empresas conseguiram manter 85% da frota prevista circulando, assegurando o máximo de atendimento para a população.
Em negociação mantida pela administração municipal com a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos, ficou acertado que, à diferença do que ocorre normalmente, a CPTM e o Metrô vão manter 100% de suas frotas em operação no período de entrepico para compensar a ausência de parte dos ônibus.
Fonte: assessoria SPTrans


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.