Linha 15 terá operação diferenciada nos dias 29, 30 e 2

Em função da realização de testes no novo sistema de controle dos trens, a Linha 15-Prata do monotrilho (Oratório – Vila Prudente) terá horário diferenciado de funcionamento nesta quinta-feira (29), na sexta-feira (30) e na próxima segunda-feira (2/4). Amanhã, o funcionamento da Linha 15-Prata será das 4h40 ao meio-dia. Após esse horário, as estações Oratório e Vila Prudente serão fechadas e os usuários desta linha passarão a ser atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão no trecho entre as duas estações até à meia-noite.

Já na sexta-feira (30), os testes na Linha 15-Prata acontecerão das 4h40 até as 13 horas. Nesse intervalo, os usuários também serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE. Após às 13 horas, as estações Vila Prudente e Oratório serão abertas ao público e funcionarão normalmente até o horário habitual de encerramento da operação.

No final de semana, tanto no sábado quanto no domingo, a operação na Linha 15-Prata não terá alterações e o funcionamento das estações ocorrerá no horário de costume.

Por fim, na segunda-feira (2), a operação na Linha 15-Prata volta a ter mudanças e acontecerá novamente somente das 4h40 ao meio-dia. No restante do dia, as estações Oratório e Vila Prudente permanecerão fechadas e os usuários terão como alternativa de trajeto entre as duas estações os ônibus gratuitos do sistema PAESE.

Para informar sobre as alterações programadas, o Metrô emitirá mensagens sonoras pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocará cartazes nas estações das linhas envolvidas e publicará informativos nas redes sociais. Em caso de dúvidas, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), que atende diariamente, das 5h00 à meia-noite.

Fonte: Assessoria Metrô


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.