Governo entrega novo viaduto de Lauro de Freitas e passarela de Pernambués em Salvador

O sistema metroviário Salvador-Lauro de Freitas ganha mais dois equipamentos nesta segunda-feira (5), quando o governador Rui Costa e a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, entregam a passarela da Estação Pernambués, em Salvador, e o viaduto da Avenida 2 de Julho, em Lauro de Freitas.

Com 4,24 metros de largura, 400 metros de extensão e peso total de 288 toneladas, a passarela liga a Estação Pernambués de metrô ao bairro e ao Makro. Tem capacidade para 15 mil pedestres por hora e é totalmente acessível com duas rampas, piso tátil, sinalização em braile nos corrimãos e duas escadas rolantes inteligentes, nos dois acessos.

No quesito segurança, a passarela conta com 16 câmeras de monitoramento interligados ao Centro de Controle Operacional (CCO) e vigilantes em ronda. O equipamento foi construído em cerca de três meses e envolveu 90 trabalhadores.

Viaduto

O novo viaduto da Avenida 2 de Julho, em Lauro de Freitas, vai permitir o acesso da Estrada do Coco para o centro da cidade e também no sentido contrário. Construído sobre a via permanente do metrô, o elevado também vai possibilitar a futura expansão da linha metroviária até Lauro de Freitas e viabilizar o acesso ao novo pátio de estacionamento de trens. O viaduto, que possui 400 metros de extensão, largura total de 13,16 metros e duas faixas de rolamento, conta com sinalização e iluminação pública com luminárias em LED. O equipamento possui ainda ciclovia de 2,70 metros de largura e passeio de pedestres com um metro de largura sobre as vias permanentes. O viaduto abre para tráfego também nesta segunda-feira (5).

As obras do sistema viário, que já chegam ao nono mês e envolveram cerca de 850 trabalhadores, fazem parte de uma das maiores intervenções viárias que ligam a capital baiana à região metropolitana. Em novembro de 2017, a primeira etapa – inauguração do viaduto de Lauro de Freitas – foi entregue à população. Para minimizar os impactos do conjunto de ações no trânsito local, todas as intervenções seguem estudos de engenharia viária, realizados em conjunto com a Secretaria de Trânsito, Transporte e Ordem Pública de Lauro de Freitas.

Fonte: CCR Metrô Bahia


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

8 Comentários deste post

  1. É a Bahia é a terra prometida mesmo …. puxa vida …. kkkkkkkkkkkkk

    Jurandir / Responder
    • Olha o recalque, comedor de ração, ahahahha…. e aí, a terra prometida de SP tem entregado ao menos isso?

      Gapre / (em resposta a Jurandir) Responder
  2. Impressão minha ou em Salvador as avenidas são bem largas? Dariam ótimos BRTs, ao contrário de SP, que e tudo desorganizado, em questão de vias largas.

    Rodrigo Santos / Responder
  3. Ué cara vai pra lá ….

    Jurandir / Responder
  4. Depois que ACM Neto assumiu a Prefeitura em 2013, Salvador está se transformando.

    Felix / Responder
    • Nao sei se você leu, mas a obra é do Governo do Estado, feita em Lauro de Freitas. Lambe pelo menos o dog certo.

      Cris / (em resposta a Felix) Responder
  5. Governo do Estado que entrega é outro nivel. Quem sabe o Alckmin aprende e segue o exemplo do Rui Costa, quem ENTREGOU 2 linhas de metrô completas na Bahia em 1 mandato. Já em SP, 30 anos nao governo nao bastaram pro Alckmin entregar 1 misera linha de metrô completa, só pedaços

    Cris / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*