Governo autoriza contratação de mais de 94 empregados para CPTM

Nesta quarta-feira (31/1), o governador Geraldo Alckmin autorizou a CPTM a contratar 94 novos empregados para reposição de vagas nas áreas de operação e manutenção. Serão convocados para ocupar os cargos os candidatos aprovados, por ordem de classificação, no concurso realizado no ano passado, nº CP 003/2017. A CPTM já contratou, até o momento, 141 novos empregados deste concurso e de cadastros de processos seletivos anteriores em validade.
As vagas são para agentes de serviços de operação, agentes de manutenção metalúrgico, agentes de manutenção civil, agentes de conservação de via, oficiais de manutenção mecânica e oficiais de manutenção elétrica. O salário inicial varia de R$ 1.802,90 a R$ 4.037,71.
Fonte: Assessoria CPTM

 


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

4 Comentários deste post

  1. Não existe nada mais justo do que contratação mediante à concurso público, não existe aquela historinha de Q.I (quem indica). Mesmo a Linha 4 que é privada deveria ser obrigada há adotar este sistema de contratação.

    Felipe / Responder
    • Daí uma contratação que levaria 1 mês para ser efetivada poderia levar até 2 anos. Tem certeza de que seria justo fazer a população esperar 2 anos para ter um serviço público funcionando com funcionários suficientes?

      Ivo Suares / (em resposta a Felipe) Responder
      • Meu Deus, serio que você escreveu isso?

        Se faz um concurso para valer 3 anos, os primeiros colocados vão sendo chamados um um apenas para recompor o quadro no lugar dos funcionários desligados.

        E claro que é mais justo, melhor do que ficar empregando apenas pelo Q.I, amigo do politico tal, conhecido do fulano que conhece tal pessoa influente,etc.

        Felipe / (em resposta a Ivo Suares) Responder
        • Concursos públicos são burocráticos, lentos, as contratações dependem de autorização de um órgão do estado ligado à secretaria da fazenda, não é fazer concurso e já sair contratando. A lentidão nas contratações desestimula os candidatos. Muitas vezes is concursos vencem e o número de contratados é inferior ao número de vagas oferecidas. Por isso que muitos concursos são realizados com 1 vaga ou cadastro reserva, para permitir mais ou menos contratações.

          Sua visão sobre Q.I. é muito ultrapassada, qualquer empresa de média/grande porte faz testes de admissão e quem não tira nota, não entra (ou você acha que confiam tarefas e cargos para pessoas sem capacidade, capazes de quebrar empresas)?

          Ivo Suares / (em resposta a Felipe) Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*