Folha de SP promove seminário sobre mobilidade em grandes centros urbanos

O jornal Folha de São Paulo realiza no dia 22 de janeiro (segunda-feira) o 2º Seminário Mobilidade Urbana, que promoverá debates sobre temas como estradas, metrô, ciclovias e mobilidade sustentável no contexto das grandes metrópoles brasileiras.

 

Um dos principais temas discutidos será o novo modelo de licitação de ônibus em São Paulo, que reduz a quantidade de veículos à disposição do usuário, com a promessa de que o tempo de viagem será encurtado. A alteração deverá trazer mudanças à lógica da mobilidade na maior cidade da América Latina, na qual oito milhões de passageiros utilizam o transporte público todos os dias.

 

Além disso, nas últimas décadas, longos e constantes atrasos vêm prejudicando a expansão do metrô em municípios como São Paulo, Rio e Salvador, que aumentam suas malhas ferroviárias em ritmo lento na comparação com outras cidades do mundo.

 

Na saída e chegada aos grandes centros urbanos, motoristas ainda enfrentam congestionamentos de dezenas de quilômetros nas principais rodovias e sofrem de maneira cotidiana com o alto número de acidentes e com gargalos estruturais, como deslizamentos, obras e buracos. Nas mesas, debatedores falarão sobre os entraves e dificuldades na aplicação de projetos de melhoria e as possibilidades para o futuro.

 

Outro assunto a ser discutido é o aumento de grupos que defendem o deslocamento a pé ou de bicicleta em grandes cidades. Com a estrutura atual, será que todas elas estão preparadas para isso? Quais mudanças e adaptações serão necessárias?

O seminário acontece a partir das 8h30 no teatro Unibes Cultural (rua Oscar Freire, 2.500), em São Paulo. As inscrições podem ser feitas gratuitamente no site Folha Eventos (http://eventos.folha.uol.com.br/).


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*