VLT supera marca de 15 milhões de passageiros transportados em 18 meses de operação no Rio

O fim de 2017 se aproxima com números positivos para o VLT Carioca. O sistema atingiu a marca de 15 milhões de passageiros transportados (sendo mais de 10 milhões neste ano) em quase 150 mil viagens. Entraram em operação nove paradas/estações e a operação passou a contar com 2 linhas, em um total de 26 pontos de embarque e desembarque. Em 1 ano e meio de circulação nas ruas do Centro, não foi registrado nenhum atropelamento de pedestres. 

No início do ano, o VLT transportava em média 28 mil pessoas diariamente, com intervalos sempre acima de 10 minutos na maior parte do percurso. O sistema chega em dezembro com o dobro da média de passageiros (56 mil/dia útil) e intervalos reduzidos em mais de 30% nas duas linhas em operação (7 minutos nos horários de pico). 

O número de viagens diárias mais que dobrou desde janeiro, passando de pouco mais de 200 para cerca de 500 por dia. Com isso, os VLTs também aumentaram a quilometragem, e agora rodam cerca de 60 mil km por mês. 

Ao longo do ano a linha 2 iniciou a operação com as paradas Saara, Tiradentes, Colombo e Praça XV e a linha 1 também ganhou os novos locais de embarque Providência e Harmonia. Mais recentemente, o VLT chegou à Central, junto com a parada Vila Olímpica e, por último, entrou em circulação a Praia Formosa, que atende às duas linhas. Hoje, já são mais de 20 km de trilhos espalhados pelo Centro e Região Portuária.

O crescimento da malha ajudou também a identificar comportamentos diferentes do usuário. Enquanto a linha 1 (Praia Formosa-Santos Dumont) mantém seu horário de pico no almoço, entre 11h e 15h, a linha 2 já apresenta maior fluxo no início da manhã (entre 7h e 9h) e no fim da tarde (entre 17h e 19h). As paradas de maior movimento são aquelas em que é possível realizar alguma conexão. Cinelândia (metrô), Central (metrô, trem e ônibus) e Colombo (integração VLT+VLT) mantém um fluxo de oito a dez mil pessoas por dia.   

Fonte: Assessoria FSB


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

2 Comentários deste post

  1. E São Paulo, quando vai ter uma linha?

    Luiz Carlos Matias /
  2. Tem vlt da baixada santista , só que o novo trecho 7,5km. Só vai ficar pronto em 2022. Rir pra não chorar enquanto o rio está fazendo isso ou mais em ano. E mole.

    Leandro /

Deixe uma resposta