Terminal Sacomã ganha novo sistema de segurança em bicicletário

A partir desta segunda, 18, o bicicletário do Terminal Sacomã passa a ter novo controle de acesso. O objetivo é melhorar o atendimento e a segurança de quem guarda suas bicicletas no local enquanto usa o transporte público.

 

O sistema é semelhante ao já implementado em outros três terminais de ônibus da cidade no mês de outubro: Amaral Gurgel, Campo Limpo e Cidade Tiradentes.

 

Para deixar o veículo no local, é necessário fazer um cadastro, informando nome completo, telefone, endereço e e-mail, apresentar um documento com foto e levar cadeado próprio. As bikes serão alocadas e retiradas apenas pelo controlador de acesso, sendo que terceiros não terão acesso ao local. Quando chegar, o ciclista receberá dois cartões de identificação: um que ele leva e outro que fica com a bicicleta pelo tempo em que estiver no terminal. Na hora da retirada, basta apresentar seu cartão e um documento com foto.

 

O bicicletário do Terminal Sacomã tem espaço para guardar 146 biciletas e funciona 24 horas por dia.

 

Fonte: Assessoria SPTrans


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

13 Comentários deste post

  1. Mais um bom presente para São Paulo.

    Felix / Responder
    • Ue? Agora virou coisa boa? Passou ano passado malhando… Agora que é o partido lindo do mundo virou coisa boa… Previsível demais…

      Alexandre i / (em resposta a Felix) Responder
      • Acho que vc só lê o que interessa, né não? Sempre escrevi que bicicletas é para percursos curtos,no máximo 4 kms, para chegar no trabalho, numa Estação de Transportes sobre Trilho, também vale para os Terminais.

        Felix / (em resposta a Alexandre i) Responder
    • Falou o vice governador de São Paulo (Acabei de escutar o discurso do mesmo e é igualzinho ao do Felix).

      Anonimato / (em resposta a Felix) Responder
  2. Parabéns, até que enfim um acerto na atual gestão….

    Agora só falta fazer mais ciclovias né Dória?
    Bicicletário induz demanda e favorece a intermodalidade, ainda mais com controle de acesso e segurança, mas o ciclista precisa ter um trajeto seguro e a região do Sacomã só dispõe de pequenos trechos de ciclofaixas que precisam se conectar….e outro que vá até o terminal.

    Renato / Responder
  3. gastar dinheiro com bicicleta é rasgar dinheiro.

    Jurandir / Responder
    • Rasgar dinheiro é mais vias para atender a uma minoria que exige 80%do espaço publico, que polui, mata, agride o meio ambiente e não resolve o problema de mobilidade, pelo contrário…além de congestionar, ainda atrapalha a maioria que usa ônibus. Modelo tão falido que hoje SP é uma cidade de mobilidade falida por causa desse erro. E não pode dar uma chuvinha que para tudo, cidade feita de açúcar…xD

      Que outra grande metropole de país desenvolvido tem uma mobilidade tão dificil, ruim e complicada como SP? Até mesmo cidades de paises em desenvolvimento como Bogotá e México é mais facil se deslocar do que aqui…pois uma tem uma ampla rede de BRT e outra 250 km de metrô que cobre cada canto da cidade….sem contar a rede cicloviária e outros modais.

      Mas o que vai esperar né?

      Renato / (em resposta a Jurandir) Responder
      • Já disse aqui, quando comparar alguma cidade com São Paulo não usar Capitais dos Paises, essas cidades centralizam todo dinheiro dos outros Estados.Seria como Brasilia investir muito em Transporte Publico com dinheiro dos outros Estados brasileiros.

        Felix / (em resposta a Renato) Responder
        • Então compare com Nova York, Toronto, Montreal, Barcelona, Milão, São Petersburgo… fora que SP, Rio e Recife, por exemplo, não são capitais e possuem mais metrô do que a capital Brasília. Sua comparação é furada e sem nexo

          Gapre / (em resposta a Felix) Responder
          • Toronto no inverno o camarada anda a pé por baixo de avenidas sem transporte público é uma cidade do interior de São Paulo comparado com a cidade de São Paulo.

            Felix / (em resposta a Gapre)
          • Metrô de Toronto comecou a ser vonstruido em 1954 e só tem 71 kms e ainda não conta como outra rede Ferroviaria como a CPTM, que em Paris eles consideram como Metro.Os Metrô de Toronto atende 800 mil passageiros por dia e tem trens de 3 em 3 minutos e linhas de 5 em 5 minutos, não é parametro para comparar com São Paulo.

            Felix / (em resposta a Gapre)
          • Toronto só tem 2 milhões e 700 mil pessoas. Proporcionalmente, tem muuuuuuuuuuuito mais transporte público, o qual é muuuuuuuuuuuuuuuuuuito mais acessível a população e muuuuuuuuuuuuuuuuuito mais organizado do que em São Paulo. Transporte esse que também inclui ônibus, trem regional e VLT, não apenas o metrô. E todos construídos até mesmo no rígido inverno canadense Em São Paulo, o povo tem que andar sob o sol de mais de 30 graus por quilômetros pra chegar em um ponto de ônibus dependendo do bairro (tipo Jardins, Morumbi e Parelheiros, por exemplo) e andar em ônibus pegando fogo de quente sem ar condicionado, ainda num calor de mais de 30 graus, muitas vezes até em pleno “inverno”. Em Toronto, todas as conduções são climatizadas, em SP ainda tem até trens da linha 1 do metrô sem ar condicionado, o que é terrível pra dias como os que tem feito. E, enquanto isso, a corrupção rola solta no governo inútil do Geraldo, o Odebrecht mesmo já contou da falcatrua descambada que acontece nas obras tukanas. Ou seja, Toronto é parâmetro de comparação sim!

            Ainda faltam outras cidades que não são capitais e tem transporte público melhor do que SP, tipo Istambul, Xangai, Vancouver, dentre outras. Felix, entenda: SP está muuuuuuuuito longe de ser a melhor cidade do mundo. A estrutura da nossa cidade, infelizmente, é muito pífia frente ao que a população precisa. Coisa que não acontece em Toronto, por exemplo.

            Gapre / (em resposta a Gapre)
          • Gapre ,veja quantas linhas de Metrô/CPTM ou similares tem em Toronto, Milão etc…. e volte para defender o indefensável.

            Felix / (em resposta a Gapre)

Deixe uma resposta para Renato Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*