SP tem média de 275 ônibus quebrados por dia

De acordo com o jornal Metro, com dados obtidos da SPTrans, via lei de acesso à informação, a cidade de São Paulo tem, em média, 275 ônibus quebrados por dia. Esse é o número de viagens interrompidas diariamente por conta de falhas ou quebras dos ônibus.

A SPTrans afirmou que os ônibus quebrados devem ser trocados imediatamente pelas empresas por outros da reserva técnica, para não prejudicar os passageiros da linha.

O número de vistorias nos coletivos – agendadas ou sem aviso prévio – aumentou 8,7% neste ano. Os veículos com falhas são lacrados e só voltam a circular depois que o problema é corrigido. As empresas são punidas. Para a SPTrans, a queda no número de falhas mostra que a intensifiicação da fiscalização “já começa a apresentar resultados”.

 

Fonte: Jornal Metro


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

12 Comentários deste post

  1. No final da matéria fala que o número de falhas diminuíram, mas o título dá a entender outra coisa…

    R / Responder
    • Isso aconteceu porque aumentaram a quantidade de vistorias, sinal de que os veículos estão velhos e precisam ser substituídos com urgência. Essa necessidade já vinha desde a gestão anterior.

      Gapre / (em resposta a R) Responder
    • O título não dá a entender nem aumento nem diminuição do número, apenas expõe a quantidade que, por ser alarmante, te passou essa sensação de aumento.

      O.Juliano / (em resposta a R) Responder
  2. #Acelera SP

    Gapre / Responder
  3. Licitação que é bom nada……
    FHC á certo, Doriana só entende de redes sociais e agora ficar viajando para se promover a futuro candidato.

    Renato / Responder
  4. Melhorou sensivelmente nesta gestão em relação a anterior, é só comparar os números.

    Felix / Responder
    • Bom ponto observado, pois como o Doria mesmo sempre diz, ainda não deu pra gestão atual ter resultados expressivos por conta da burocracia e falta de verba – vide licitação que ainda não saiu – isso significa que a melhora continuada por essa gestão tem méritos da gestão anterior.

      O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
      • Perfeito, se vc encontrar os números da gestão anterior, podemos comparar.Foi apenas força de expressão pois o texto não diz se melhorou ou piorou.

        Felix / (em resposta a O.Juliano) Responder
        • Ah sim, achei que vc estivesse dizendo algo baseado e com conhecimento nos números, já que citou que “era só comparar” mas tudo bem, li algo aqui que acho que também é válido para este post também; “Os caras falam o que dá na cabeça”

          O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
  5. Média de 275 ônibus quebrados por dia.. SP tem aproximadamente 15 mil ônibus… Calculando de modo simples, o número de ônibus de SP é batido pelo número de quebrados a cada 55 dias.

    E ainda há o crescente número de ônibus velhos além da idade permitida que as concessionárias – claro – insistem em colocar nas ruas sem dor no coração sabendo das grandes chances do ônibus dar problema no meio de alguma viagem. A bomba fica para os outros, motoristas, passageiros… Contanto que não seja uma multa muito grande, o risco e o lucro ainda devem valer a pena botar esses ônibus para rodarem.

    O.Juliano / Responder
  6. Não vejo novidade alguma.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*