Linhas 4 e 15 tem operações diferenciadas neste domingo, 15

No domingo (15), duas linhas de metrô terão operação diferenciada para obras de expansão e testes programados. Na Linha 4-Amarela (Butantã – Luz), que é operada pela Concessionária Via Quatro, para dar continuidade às obras da futura estação Oscar Freire, a circulação dos trens no trecho entre as estações Paulista e Fradique Coutinho ocorrerá por uma única via (via singela), das 4h40 às 15 horas. Com isso, o embarque nessas duas estações, tanto para quem segue no sentido Butantã quanto para os que partem com destino a estação Luz, deverá ser realizado por uma única plataforma. Avisos sonoros irão orientar os usuários sobre o destino de cada trem. No trecho entre as estações Fradique Coutinho e Butantã, bem como entre as estações Paulista e Luz, a circulação das composições ocorrerá normalmente e não haverá mudanças no embarque e desembarque dos usuários.

Na Linha 15-Prata do monotrilho as estações Vila Prudente e Oratório ficarão fechadas das 4h40 às 16h para continuidade dos testes programados do sistema de controle dos trens. Nesse período, os usuários serão atendidos gratuitamente por ônibus do sistema PAESE (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), que circularão no trecho entre as duas estações.

Para informar sobre as mudanças programadas, o Metrô emitirá mensagens pelos sistemas de som das estações e dos trens, colocará cartazes nas estações das linhas envolvidas e publicará informativos nas redes sociais. Em caso de dúvidas, os usuários têm à disposição a Central de Informações do Metrô (0800 770 7722), que atende diariamente, das 5h00 à meia-noite, e a Central de Atendimento da Via Quatro (0800 770 7100), que atende de segunda a sexta-feira, das 6h30 às 22h, e aos sábados e domingos, das 8h às 18h.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*